Archive for the ‘Natal’ Category

Feliz Natal

Dezembro 22, 2011

Eu sei que não tenho dado a atenção que aqui o Bilhas merece, mas valores mais urgentes se levantam e o tempo, o pai dos sacanas e bastardos, não pára para e não nos dá um pouco de si para tudo o que tenho para fazer. No entanto, nesta altura especial não podia deixar de passar aqui e desejar Boas Festas para os meus (vá) 4 leitores (a contar com o pessoal de lá de casa).

Fiquem com a minha música preferida de Natal cantada pelo grande David Fonseca.

Votos de Boas Festas

Dezembro 24, 2008
cartaonatal1.jpg

Através do Bilhas, The Kid ficam aqui os votos de boas Festas para todos os leitores, amigos e familiares.

Beijo da constipada família Bilhas!

Uma Mulher com M dos grandes…

Dezembro 26, 2007

Não seria preciso esta mensagem natalícia pelo Youtube para o perceber… bastava olhar para os últimos 50 anos de reinado em Inglaterra.

Feliz Natal a todos

Dezembro 24, 2007

Boa tarde…

Andava aqui à procura de um vídeo, de uma foto, de algo que conseguisse transmitir por mim o que vos desejo. Mas a melhor gaja que encontrei vestida de mãe natal, junto com um outro gajo (também ele vestido de pai natal), era uma coisa para figurar num bom blog porno (e vocês sabem que este não é um bom blog, quanto mais porno, não é?), por isso resolvi escrever-vos apenas uma pequena e singela mensagem de Natal (não se assustem que não é aquela da devolução do menino Jesus ao pai biológico).

Feliz Natal para todos… espero que tenham uma noite maravilhosa!

Beijos e abraços da família Bilhas!

PS: Eu ia fazer uma mensagem de Natal à população… mas a Rainha de Inglaterra e o Presidente da República anteciparam-se (copiões, pá!) e eu não gosto de ser “seguidista”…

Espírito natalício… ou natalino como se diz pelo Brasil*

Dezembro 21, 2007

Ainda dizem que o espírito natalício já não é o que era…

*Ou ainda me tramam por causa do acordo ortográfico!

Da fama já não me livro…

Dezembro 20, 2007

Vai daí, vamos ver se eu consigo aproveitar e usufruir um pouco do proveito.

Querido Pai Natal,

Não vamos começar com aquelas merdas habituais do “este ano portei-me muito bem e tal… e porque fui um bom menino…” e assim por diante, porque tu sabes muito bem que eu não fui assim muito bom menino. Teve dias, não é? Pois se consegui acabar o meu mestrado (depois de apenas um adiamento), se consegui cumprir a maior parte dos objectivos profissionais a que me propus no início do ano ou se fui um marido e filho e irmão exemplar, também não dei passagem na passadeira a umas velhas que andavam a 0,0000023, vá a 0,0000024, quilómetros por hora, nem deixei passar aquele abstrúncio à frente na fila da 2ª circular para sair de Lisboa, numa destas sextas, nem sequer fui bom rapaz o suficiente para perdoar todos os palermas que, de certa forma, têm o azar de dar comigo quando estou um bocadinho mal disposto (sim… porque eu nunca estou muito mal disposto… só um bocadinho).

Desta forma, venho aqui fazer o que tenho feito há uma porrada de anos (com sucesso em alguns), para que não te desabitues, não é? Pedinchar…

Ora portantos… este ano vai ser:

1. um Aston Martin (um clássico nas minhas listas de natal, mas só descanso quando fizeres o favor, tá bem?)
2. uma scotter da Piaggio igual a uma que vi em Paris e que tem duas rodas à frente (e nada de piadinhas às rodinhas… porque eu sei andar de bicicleta e de mota, não preciso rodinhas de sustentação) e uma só atrás. São um espanto…
3. um portátil da Apple (pode ser um macbook preto, mas se quiseres dar um outro qualquer, estamos bem, ok?)
4. uma conta .mac (se não sabes o que é… clica no link, ok?)
5. um SpeedMaster da Omega (no campo da relojoaria está mesmo à vontade… qualquer coisa de muito bom gosto é bem vinda)
6. uns sneakers da Vuitton que eu gostei de ver na monta da loja… vou colocar foto para que não te enganes… são estes:
screen-capture.png
7. uma viagem à Argentina e ao Chile (para este ano, ok?)
8. uns legos (à tua escolha… este também um clássico da minha pedinchice natalícia, não é?)
9. um vale de dinheirame para que eu possa comprar o Iphone assim que ele sair em Portugal… pode ser?
10. uma botelha (ou duas vá) de whisky, uns choclates, uma caixa de tinto do bom, os amigos, um bom jantar e algumas curtições (pedia-te uns berlaites marroquinos… mas ainda te prendem na alfândega) que terão que acontecer pelo menos uma vez por semana, ok?

E pronto… não sou muito pedinchão, pois não, meu caro amigo? É coisa pouca, não é? Há quem te peça amor, saúde e tal, mas isso felizmente já tenho de sobra, basta que mantenhas as doses necessárias ou fales com alguém que cuide desses assuntos para mandar na dose certa, ok?

Em todo o caso… e se puder ser… faz com que todo o povo tenha um excelente Natal. Nem que seja apenas o dia de Natal, pode ser?

Obrigadinhos, pá!

Natal nos anos 80

Dezembro 19, 2007

Quem não se lembra?

Ok… eu dou mais uma ajudinha 🙂

É preciso mais alguma? Ou já conseguiram lembrar?

Feliz Natal… ainda que tardio

Dezembro 26, 2006

Pois é. meus caros e caras, aqui o vosso amigo Bilhas falhou no post natalício! Foi a azáfama de última hora que me impediu de passar por aqui e, muito rapidamente, vos deixar o desejo de uma consoada passada perto daqueles que mais amam. São as imposições de uma vida social deveras agitada. Ele é casa dos pais, tios, primos, etc e tal. Ele é esquecer-se que esta plataforma permite postar de forma agendada… enfim! Nada que não se desculpe com este post que aqui vos deixo, não é?

Então… tiveram um bom Natal? O Menino Jesus foi generoso?

Beijocas e salamaleques!

Tá tudo doido

Dezembro 22, 2006

É o que dá andar nas compras de última hora! Safa… temos que ir fazer uns treinos para os países orientais.

Wish List natalícia

Dezembro 21, 2006

Ora como eu sou muito bom moço e sei que vocês estão desejosos de me comprar presentes caríssimos, aqui fica a minha lista de desejos para o Natal de 2006 (e já agora para os seguintes).

Ora pois bem, uma coisa que dá sempre jeito em qualquer ocasião é um Ipod (não é Mrs. Bilhas?), um daqueles de 80GB, porque quem não pede, Deus não ouve e eu prefiro os Ipod, aos Ipod Nano (coisas de masculinidade). Quando muito um de 30GB, ok? Mas sempre preto… gosto mais! Seguindo nesta onda tecnológica bem que me podiam oferecer um disco externo, para eu fazer backups regulares do Bilhas, dos trabalhos do mestrado e da minha vida digital. Pode ser este, ou este! Em questões tecnológicas ainda, também não ficava nada mal servido com um telefone daqueles que são também PDA, mas esta prenda deixo ao cuidado do meu patrão, não se preocupem! Ahhh e quase que me esquecia… uma Playstation 3 também é muito bem vinda!

Saindo do digital para o analógico poderia começar por um sobretudo que ainda ontem experimentei na Decénio (passe a publicidade), mas para vos explicar qual é estava tramado. Fica no entanto a referência ao preço: 229 euros! Nada que a carteira recheada de alguns não resolva, não é? Um sapatos também vinham bem a calhar! E por isso fica aqui esta sugestão. Ou esta. Ou, ainda, esta! Nas roupitas sou um bocadito esquisito, por isso o melhor é comprarem algum acessório. Cintos, luvas, cachecóis (chapéus não que eu tenho uma cabeça de tamanho 62… enorme para caber a inteligência!), etc.

Uma outra hipótese são livros (todos menos o da Carolina, porque não tenho tempo para conversas de alterne neste momento), música (um gift card da Itunes, por exemplo) ou filmes e séries (em DVD ou com um gift card da Itunes também resolvem a situação…). Nada de comprar Quim Barreiros, porque eu não sou como o Hermínio* (Quim Barreiros só com a borracheira em estado muito avançado)!

Para finalizar esta modesta “wish list” (nem sei o que havia de pôr entre aspas, mas acho que o “wish list” é mais apropriado do que o “modesta”, não é?) aqui o Bilhas não ficava nada mal servido com uma Nikon D80 para vos presentear com maravilhosas imagens dos Caminhos de Portugal!

E pronto… agora quero ver quem se escapa!

*Não sabendo quem é o Hermínio é só dar uma olhadela a este post!

Programa das festas natalícias

Dezembro 11, 2006

Para já a coisa até que não está muito complicada. Lá conseguimos marcar o jantar de Natal da empresa para antes do Natal (coisa que começava a ser rara). Portanto dia 15 há janta destes grandes malucos que têm a fantástica capacidade de me aturar diariamente!

Dia 16 é vez de jantarada e encontro de ante-et-postadores aqui no Porto. Vai ser, com toda a certeza, mais um regabofe daqueles (hei… ó tu! hei… colesterol! Põe-te lá quietinho que agora é Natal, ok? Senão temos que nos chatear!). No entanto, aceitam-se sugestões para providenciar à rapaziada que não é da “Inbicta” um programa condigno. Alguém tem algo a dizer? O senhor aí ao fundo que está com a mão no ar, faz favor:

– Oh pá… eu tenho aqui uns “bataclans” que são um sucesso no meio futebolístico! Principalmente com os árbitros!

– Sr. Reinaldo Teles… já lhe tinha dito que não valia a pena vir disfarçado. E a malta procura programas culturais, carago!

– Mais culturais que nos meus “bataclans”!?!?!? As minhas meninas até escrevem “libros”, carago! E não são uns “libros quaisqueres”, são biografias de personagens importantes da vida sócio-cultural do Porto, carago!!!

– Ok… mais alguém?

Boas festas!

Dezembro 23, 2005


Meus caros amigos e amigas…

Como não podia deixar de ser, aqui ficam os votos de um feliz e santo Natal… aqui a famíla Bilhas espera mesmo que se realizem todos os vossos sonhos e que o Pai Natal não se engane na porta para a entrega de presentes!

PS: Pai Natal… obrigado pelas prendas adiantadas! Eu compreendo que não possas entregar tudo assim numa só noite!

Compras de natal…

Dezembro 22, 2005

Tenho uma teoria! Sim meus caros… não é apenas o Darwin e o Einstein (colegas a quem aproveito para cumprimentar seja lá onde os gajos estejam) que as têm! Esta minha teoria foi construída após anos e anos de apurada observação e investigação metódica, nos quais recolhi alguns dados que me permitem dizer:

“No natal as pessoas são mais bonitas e simpáticas, desde que façam compras fora de centros comerciais e grandes superfícies”

Tungas! Tenho dito!

Agora passo a explicar. Eu não tenho nada contra as grandes superfícies comerciais. Acho até que são excelentes quando (fora do Natal) precisamos de ir à FNAC, e depois comer qualquer coisita antes de entrar para o cinema. Até porque a fast food, volta e meia, até que sabe bem! Só quem nunca comeu uma sandocha de presunto e queijo brie na Casa das Sandes é que pode dizer o contrário. Mas, meus amigos e amigas (para ser politicamente correcto), haja paciência para centros comerciais no Natal!!!! Haja paciência! Reparem… são 4 centros comerciais de grande dimensão na orla da cidade do Porto, logo são quatro pontos de trânsito muiiiiiiittttooooooo complicado (normalmente estendem-se ao resto das entradas e saídas da cidade) o que faz com que demore mais 128371312378127 horas a chegar a casa do que o costume. Reparem que o costume é a contar com o trânsito em dias de aulas! Haja paciência! Para além disso quando se consegue chegar ao centro comercial a luta, ou lutas, por um lugar de estacionamento comparam-se às que se viram no Senhor dos Anéis! Épicas mas estas um pouco mal educadas.

Assim o melhor que têm a fazer é mesmo utilizar os centros comerciais dentro da cidade (o Cidade do Porto e o Península) para fazer as compras para os que mais amam! É chegar e andar e encontram-se pessoas simpáticas e bem dispostas! É o que não faz ir à comprita pertinho do local de trabalho… Claro que isto se manifesta por todas as lojas que passei no passeio da hora de almoço!

PS: Não… o Cidade do Porto e o Península não me pagaram qualquer Eypo pela publicidade.
PS1: Sim… Mrs. Bilhas ficas a saber onde te comprei a prenda! 🙂
PSP= Playstation Portable… há por aí alguém que esteja numa de fazer de Pai Natal!?
PS2: Sou ou não sou um grande teorizador?

Bilharacos…

Dezembro 23, 2004

É engraçado mas só quando estava a criar este post é que reparei que o doce mais fantástico da quadra natalícia começa por Bilha… e acaba em racos!!

Poucos blogs se podem orgulhar de tal facto! 🙂 Ah pois é, Barnabé!!!!

Bem meus caros, queria desejar a todos os leitores do meu blog um Feliz e Santo Natal com bués de prendas caras e de bom gosto (sim que de prendas do chinês a malta farta-se nos jantares das empresas) e, principalmente, com saudinha da boa e tudo de bom… aos que não são leitores… mais do mesmo!

Boas bilha(racos)s nesta quadra!

O que se fazia antigamente…

Dezembro 10, 2004

No tempo em que Farmácia, entre muitas outras coisas ehehehe, se escrevia com PH e em que os dentistas eram barbeiros e outras coisas que tal nas horas vagas, faziam-se maravilhas na ciência da nossa terra! Bastou uma visita ao Museu da Faculdade de Medicina do Porto para constatar este facto. Pena é que na entrada da faculdade de medicina ninguém saiba onde fica o dito!

Realmente aquela coisa do vá para fora cá dentro é cada vez mais actual!

Entrementes fim de semana… compras de natal e, espero, tempo para a “coltura”! A ver se dá pra ir a Serralves! A ver!