Archive for the ‘My Precious’ Category

Um excelente domingo

Dezembro 23, 2008

Ainda tentei cuscuvilhar a fraca memória instalada na minha cabeça, mas em vão. Ocorrem-me poucas citações aplicáveis aos amigos, aos meus amigos. Aos que me acompanharam no fantástico, barulhento e caro (pronto) almoço de domingo no Vinhas d’Alho*. A única que me ocorre é um simples Obrigado! Não sei quem o disse a primeira vez, mas é a que melhor se aplica ao caso.

Obrigado pela tarde maravilhosa, pela conversa, pela boa disposição, pela preocupação, por estarem lá sempre que necessário, obrigado pela Amizade!

E pronto… porque não me apetece ser mais lamechas (a bendita constipação ainda ajudava a chorar em cima do teclado), fiquem com um outro presente. Uma inspiração fantástica de um tal de Andy McKee… a ver se gostam!

*Para os que não conhecem é um excelente restaurante e eu recomendo. Não é barato, mas tem uma excelente cozinha e uma carta de vinhos muito completa.

Anúncios

Agradecidos (finalmente um Iphone)

Setembro 9, 2008

Recebi um Iphone de prenda de anos. É o que dá ter amigos (colegas de trabalho) que são um espanto, mas também é justo dizer que os trato na palminha da mão (com uns tabefes e tal…) aqui ficam as fotos de um momento sempre único para quem é admirador do mundo Apple: a abertura de algo novo da maçã!

CIMG0866

CIMG0868

CIMG0869

CIMG0870

CIMG0871

E mais… este é modelo especial (um novo que só está disponível para gajos com muita pinta) é feito num material altamente avançado (à base de papel) e mede apenas 2 mm de espessura! Confesso é que o ecrã é um bocadinho chato… lá os sensores de orientação não funcionam muito bem e o touch screen está sempre na mesma!

Não há como um sábado de manhã na esplanada!

Janeiro 12, 2008

É daquelas situações em que o prazer não tem qualquer explicação. É bom porque é bom, mais nada! Sabe bem, faz bem, permite arejar a mente, não pensar em outra coisa que não seja o calor do sol e o vazio de preocupação. Adoro os sábados de manhã na esplanada…

DSC00253.jpg
Foto: Bilhas.

É oficial…

Dezembro 10, 2007

Sou um filho dos mais miseráveis que existe! Não é possível, rapaz… que te esqueças sempre deste bendito dia, pois não? Que quantidades industriais de queijo comeste tu na infância para essa memória ser pior do que a dos peixes? Não está bem… nada bem, ouviste?

Mãe… desculpa aqui o laparoto do teu filho… sei que para ti o verdadeiro dia da Mãe é a 8 de Dezembro, mas é uma chatice ter um filho assim esquecido, que queres? Sou uma lástima!

Ahhhh é verdade…sou uma lástima, mas amo-te muito, ok!? E já agora, como mais vale tarde do que nunca…

FELIZ DIA DA MÃE!!!!!

PS: és a mais linda e mais fantabulástica Mãe do Universo!

É de outro mundo mesmo…

Outubro 22, 2007

macos

Imagem: daqui.

Love… peço muita desculpa, mas aqui o geek do teu gajo vai gastar uns cobres, carago! Vê lá se é possível resistir a isto?

Esse cabrão do João que não chega

Setembro 18, 2007

Sexta fui ao teatro. Começa a ser uma boa tradição fazer programas fantásticos com estes amigos (obrigado Carlos por estares sempre alerta). Não fomos ver uma qualquer peça de teatro, fomos ver Stabat Mater de Antonio Tarantino. Passou a fazer parte do top 5 das melhores peças que eu alguma vez vi (e olhem que até já vi algumas, felizmente, muito boas).

MariaJoaoLuis_StabatMatter

Imagem: daqui.

A Maria João Luís, para mim uma completa surpresa (desculpe-me Maria João… mas habitua-me nas novelas), é a principal responsável. Não que o texto não seja magnífico, mas porque a sua interpretação é simplesmente assombrosa. Pegou num texto bom, mas complicado e fá-lo parecer o mais simples possível, com emoção e uma segurança fenomenal.

Adorei e não tenho “vinhos e petiscos escrito na testa”… o Coiote poderá ter, mas eu não!

“E esse filho da puta do João que não chega. Às dez dizia ele… cabrão! Tou sim, o João está? Não… acabou de sair… Pois não sua pipa de cholé! Saiu pois que não te aguenta o cheiro…”

PS: Podem encontrar o texto da peça aqui.

Para um Amigo

Setembro 12, 2007

Panchas,

Hoje lembrei-me de ti. Não é que isto seja grande novidade. São muitas as vezes que me recordo de ti e das rambóias que fazíamos juntos e dos anos em que fazíamos uma dupla terrível nas camadas jovens do volley da Académica. Lembrarmo-nos dos amigos é mais do que comum, principalmente dos melhores amigos.

Mas hoje lembrei-me de ti por um simples motivo, a música. Vi uma notícia sobre o “cameback” dos Led Zeppelin no Público e deu-me para pesquisar no Youtube sobre eles. Logo na primeira página encontrei uma versão, absolutamente genial, do “Starway to Heaven” cantada pelo Zappa… e agora é óbvio porque me lembrei de ti, não é? Zappa é completamente a tua praia.

Recordei-me da colecção de K7 e vinil (muitos dos quais gravações piratas e muito pouco conhecidas) que orgulhosamente tinhas numa altura em que não existia essas merdas tecnológicas dos mules e dos peer-to-peer. Pesquisei um pouco mais (que hoje não é preciso pesquisar muito) e encontrei estas duas pérolas:

e

Só de me lembrar do que um gajo se divertia ao som desta última pérola, fico caído em frente ao pc a chorar (literalmente) a rir! Conheço (conhecemos) muita boa gente a quem podia ser dedicada esta fabulosa música do Zappa, não é?

Olha pá, obrigado por me abrires a pestana para tão boa música (a este ainda teria que juntar Tom Waits e outros fabulosos) e desculpa-me das prolongadas ausências de contacto (tu merecias bem mais). Infelizmente já não podemos ir ver o Zappa ao vivo um dia, mas teremos montes de oportunidades para o ouvir nos teus discos, ou no Ipod que me foi oferecido por outros grandes amigos, acompanhados de um bom copo ou de um belo de um paiva…

Um grande abraço do teu amigo.

My Precious I

Setembro 4, 2007

Realmente um momento precioso, mas só pela música e pelas pernas da Britney. Não se percebe como estes dois seres se deixaram cair assim… quer dizer, aqui o Bilhas não percebe.

A música do Mike no entanto é fantástica.

My precious

Agosto 28, 2007

Ou a 27842837949237ª tentativa de arranjar uma série que realmente seja uma série neste blog. Esta servirá para publicar momentos como este do Bing e do David. Fabulosos.