Archive for the ‘Divagações’ Category

Pssttt Obama!!!!

Junho 25, 2009

Tu que estás aí sem ideia nenhuma sobre como reformar o sistema educativo norte-americano, ouve os conselhos deste sábio e ilustre senhor. É para veres como a malta em Portugal sabe fazer estas coisas, pá! No entanto, se quiseres podes bem mais depressa telefonar ao nosso Primeiro Ministro e obter dele as respostas às tuas dúvidas. Já agora pergunta-lhe porque é que um programa deste calibre foi inquinado com a criação de uma marca para um computador que já existia em termos de projecto e que foi das polémicas que mais contribuiu para a má imagem deste projecto em Portugal.

Don Tapscott é uma das pessoas mais informadas sobre novas tecnologias que eu conheço. Leio as suas opiniões em diversos sites e confesso que o acho uma pessoa brilhante, mas para se perceber bem os méritos e desméritos de um programa como o e-escolas ou e-escolinhas não basta apenas visitar uma escola e uma sala de aulas. É preciso aguardar pelos resultados a médio prazo. Eu sinceramente acredito que é uma mais valia indesmentível, e não sou de todo socialista, que cada criança possa ter um computador e acesso à internet para se preparar para o seu futuro, mas é necessário que estes programas sejam complementados com formação para os professores e com um cuidado extremo no planeamento da introdução das novas tecnologias no contexto educativo. Corre-se o risco do tiro sair pela culatra se assim não for.

E quem o escolhe fazer?

Janeiro 27, 2009

Antes de ir ao ponto deste post, deixem que reconheça a minha imensa ignorância: não sabia que Saramago tinha um blog.

Reconhecida que está a ignorância fico mais traquilo e posso contar-vos como cheguei ao Caderno de Saramago. Estava a dar a habitual vista de olhos pelos jornais na net e deparo-me com esta notícia no JN. A parangona era “Saramago aconselha Hillary Clinton” e chamou-me a atenção pelo inusitado da circunstância. Não estava a ver que Saramago estivesse com predisposição para aconselhar a nova Secretária de Estado norte-americana ou que ela quisesse um conselho vindo de alguém da área política de Saramago. Mas fui ver melhor.

Vi melhor e percebi que afinal o conselho de Saramago é para Clinton e para milhões de mulheres que são submissas ao ponto de adoptarem os nomes do marido por obrigação. Confesso que percebi o conselho e até o subscrevo nas situações em que alguém o é obrigado a fazer. Mas a minha pergunta é: e quem o escolhe fazer? Fica diminuída na sua identidade por algum motivo? Perde a sua personalidade? É o nome que nos define enquanto pessoa?

A Mrs. Bilhas, por sua iniciativa, decidiu adoptar o meu nome e (a bem da nação Bilhas) devo confessar que em nada diminuiu a sua identidade pessoal ou contribuiu para que ficasse submissa. Antes pelo contrário!

PS: sim… quem manda lá em casa (e em todos os outros sítios) é a catraia, claro!

Novas tecnologias ao serviço do ensino!

Janeiro 19, 2009

Encaminhado por um post de Helena Damião no De Rerum Natura chego a esta pérola que nos obriga a reflectir sobre a necessidade de criar um magalhães versus a necessidade de criar conteúdos educativos que auxiliem realmente no ensino.

Que descansem as grandes nações!

Outubro 15, 2008

Injecções de triliões de europas na economia, aquisições de acções da banca, nacionalização da banca, investimentos do estado para relançar a economia, descida dos impostos e nas taxas de juto… não nada disso, segundo o Público o nosso Primeiro Ministro defende que “o Orçamento responde às dificuldades internacionais“!

Descansem então os economistas, Portugal resolve!

PS: pronto, pronto… não resisti à piadola fácil com o título que querem!

The falling down of the Madonna with the big boobs

Julho 15, 2008

Então a moça dá um tropeço e bate palmas a seguir? Já não se fazem Misses como antigamente nos States… Se eu fosse júri, naquela parte das perguntas importantes para a Humanidade, questionava a moça sobre o seguinte tema: “O que tem a dizer sobre os vestidos compridos a par dos saltos altos e a sua responsabilidade no recente aumento da sinistralidade nas passarelles por esse mundo fora?”

Terrorismo em Português

Janeiro 22, 2008

bomb

Imagem: daqui.

Um título que junte as palavras terrorismo e português ou Portugal é, quer dizer, devia ser coisa inédita neste país. Só não o é, porque a Espanha fez o favor de nos alertar sobre o perigo que corríamos pelo facto de simplesmente existirmos e sermos parte de uma força com um poder de intervenção mundial que é a União Europeia (para quem não se recorde até tivemos uma presidência que acabou há uns dias, ok?).

No entanto, continua a ser estranho ver aquelas duas palavras juntas. Recordo, com um esgar de sorriso, a minha primeira experiência com uma ameaça de bomba. Não pensem que estava em Madrid, Barcelona, no sul de Espanha, em Paris ou no metro londrino, nada disso. Estava na Póvoa do Varzim. Numa “disconaite” chamada It que ficava perto do Estádio do Varzim (acho que hoje a It é do outro lado, perto do casinho, não é?). A determinada altura entra a polícia. Nada de muito alarmante, apenas um carro patrulha, sem qualquer brigada de minas e armadilhas, ou forças de operações especiais (ou sem qualquer especialidade), apenas um carro com dois agentes. Entram, avisam o dono do It e indicam que é necessário evacuar a “disconaite”, devido a uma ameaça de bomba.

Um terrorista que tinha sido barrado à porta, imaginam vocês e imaginaram todos os que estavam lá na altura, ficou chateado com a coisa e resolveu chatear todo o povo que estava por lá a curtir, Bilhas incluído.

Ora então o que fez o dono do It na altura? Imaginam? Eu conto. Perante uma ameaça de bomba, toca de organizar uma filinha para pagar o cartãozinho de consumo, não vá a casa ir à falência! Mesmo correndo o risco de a bomba ser verdadeira e explodir com a clientela toda.

Lá está é o nosso típico sentimento de “somos-os-maiores-do-mundo-mas-ninguém-nos-liga-aqui-no-cu-de-judas-porque-é-que-os-gajos-nos-haviam-de-fazer-mal” a funcionar! Só aos outros… é uma frase comum que carrega um sentimentozinho de inveja, não acham?

Pensamento

Outubro 26, 2007

Ontem, a regressar da capital do reino, ouvi na rádio um spot publicitário que a determinada altura reza a bendita frase: “os homens (ou as mulheres que aquilo é feito com os dois géneros) são todos iguais”! É um anúncio a um carro e descreve a insatisfação das gajas e gajos pelo facto de sujarem a viatura (coisa que eu compreendo), mas que não faz grande sentido ser usado em publicidade… mas isso são outros quinhentinhos!

Ora depois de ouvir esta publicidade e com mais uns 200 e muitos km pela frente, pus-me a pensar sobre o assunto e depois de queimar o neurónio esquerdo (e de quase provocar um acidente, porque o direito ainda não aprendeu a meter as velocidades no bilhasmóbil) cheguei a uma conclusão que a modéstia me impede de considerar de brilhante, mas que eu considero à mesma (eu não gosto muito que a modéstia me corte o barato). Então (como se diz no Big Brother) é assim:

Se os homens (e as mulheres, mas aqui interessa-me mais a coisa no feminino, posso?) são todos iguais, porque é que custa tanto às gajas escolher o seu par? É agarrar no primeiro lavadinho que encontrem e toca a constituir família, carago!

Gajas… mesmo a simplificar, complicam tudo! 🙂

Aaaaaaaa

PS: cheira-me… aliás presinto que o gajame que lê (corajosas e destemidas) o Bilhas se vai pronunciar sobre o assunto!

Post católico crente

Agosto 31, 2007

priest

Para que o Sol nunca deixe de brilhar nos verões vindouros e que a chuva apareça nas alturas e locais em que é realmente é necessária,

Ouvi-nos Senhor!

Para que os nossos amigos e familiares possam começar a ter férias num iate privado, a ter discotecas alugadas em Ibiza onde possam curtir à vontade, a fazer viagens de volta ao mundo em classe executiva e nos hóteis Hilton, fazei com que o Bilhas ganhe o Europamilhões.

Ouvi-nos Senhor!

Para que a Mrs. Bilhas seja convidada para um trabalho super importante em Londres e necessite de alguém, como por exemplo eu, para o importante trabalho de marido “dandy” e preocupado com as questões sociais a que o cargo (da Mrs.) obrigará.

Ouvi-nos Senhor!

Para que os CEO dos principais bancos mundiais decidam atribuir um prémio (monetário e chorudo) de mérito aqui ao Vosso Bilhas, pela simpatia, boa disposição e palhaçada que costuma emprestar a esta coisa que alguns designam blogosfera.

Ouvi-nos Senhor!

Para que o povo todo que lê este e os outros blogs, a família, os amigos, os inimigos, o gato fedorento, os vencidos e os vencedores da vida, as gerações de outro e de cobre, todos os animais da terra (menos as vespas… ok e algumas morsas que por aí andam), os pilotos da Red Bull e da Ferrari e as restantes pessoas humanas (há algumas que não o são), tenham uma vidinha como deve ser, com saudinha da boa e comidinha e “bubida” (fundamental) todos os dias que por cá andarem.

Ouvi-nos Senhor!

PS: Quem é amiguinho, quem é?

PS: Hei… pssstttttttt!!! Tu aí em cima! Não… não és Tu do lado direito… é mesmo o “il Capo”. Tás a ouvir? Faz favor de tar atento, Pá!

A Galiza é nossa

Julho 20, 2007

Hoje deu-me para agregar territórios a Portugal com o beneplácito dos nossos CTT. E a bem dizer os nossos CTT são uma empresa séria e responsável, não é? Por isso se eles dizem que a Galiza faz parte do Porto, quem somos nós, comuns mortais, para duvidar da sua seriedade.

 galizaenossa.jpg

Agora um bocadinho (mas pouco) mais a sério! Quem é que desse lado conhece a Galiza? Levante o braço, por favor! Ora deixa cá ver… 1, 2, 3… 56, 57, 58… 105, 106, 107… ok, já chega! Muita gente conhece a Galiza e já deve ter ido à movida a Vigo, às tascas de Santiago, à praia em Sanxenxo (pelo menos ao festival de Marisco já devem ter ido), à Ria de Arosa, à noite da Coruña, às Islas Ciés, não é?

Pois e quantos de vocês não acham que aquele bocadito de Espanha não deveria ter sido conquistado por D. Afonso Henriques? Mania de perseguir os mouros, pá! Ias até à Coruña, conquistavas e asseguravas o território a norte e só depois é que guerreavas a mouraria, man! O pessoal a sul esperava por ti ansioso!

Meio caminho andado perdidos

Junho 13, 2007

Estou preocupado com o Estado. Não com o governo, nem com os políticos, mas com o Estado que é assim uma espécie de junção dos dois anteriores com as autarquias e demais instituições públicas. Antes de mais pelo simples facto de se ter confirmado, nas sábias palavras da amiga Lousinha, que a Justiça está tão perdida que nem os CTT a encontram (nem pelo velinho sistema de Código Postal) e o governo não colabora com o Simplex na utilização desta simples ferramenta postal.

Por outro lado espantam-me as inquietantes manifestações, opiniões, diz que disse, boatos, serrote e pareceres distintos que têm vindo à colação sobre a futura localização do novo(?) Aeroporto Internacional de Lisboa. Espanta-me, por exemplo, que estes sábios aeroportuários não tenham ainda lido este brilhante post do amigo Jorge Morais, no qual se expõe uma nova proposta que anseia, urgentemente, por um valente estudo (um daqueles com impacto ambiental e tudo)!

Jorge estamos contigo! Mas eu propunha ali uma praia perto de Sines. Passo a explicar. Em primeiro lugar é margem sul (e nós sabemos que um aeroporto é importante para o desenvolvimento das zonas desertas). Em segundo, porque fica perto da refinaria e assim a TAP deixava de ter custos tão elevados com o “pitroil” uma vez que o ia buscar à fonte e purinho da silva, sem haver cá essas mariquices das refinações. “Pitroil” bruto para fazer andar as aeronaves da TAP mais rápido que a concorrência. Em terceiro, porque com jeitinho também se aproveitava a tua ideia e, conhecendo como conheço a mítica curiosidade dos portugueses, seria uma romaria para ver o belo do avião a fazer rasas à praia (mais uma medida para se acabar com a desertificação da margem sul). Em quarto e último porque completava-se assim essa maravilhosa infra-estrutura que é o complexo de Sines, uma vez que daqui a algum tempo também seria contemplado com o TGV.

Assim de repente parece-me uma boa ideia… que acham os meus caros amigos?

Não posso com…

Junho 5, 2007

Gajas com a puta da mania,
Gajos com a puta da mania… com estes posso menos ainda…
Cágados de pernas para o ar,
Ir às compras sem comprar nada,
Sol abrasador quando não posso ir à praia,
Frio… porque não me deixa ir à praia,
Chuva… porque me estraga a praia,
Gunas, dreads, betos e queques,
Pastéis de tentúgal, grão de bico e feijão fradinho.
Mensagens estúpidas no hi5, comments tótos com imagens de unicórnios,
Gordas que não se enxergam, gordos que não se tratam,
Jantares sem bom vinho, saídas sem amigos, disco sem dançar.
Estradas sem conduzir e condutores lerdos.
Frases sem autor, pitês, “eros de hortografia”,
Computadores sem internet, escadas que não são rolantes,
Macdonalds, KFC e Burger King.
Frases merdosas no messenger, comiserações, flagelações e inquisições.

Não posso com…

A incapacidade de auto-riso, de rir dos outros e de fazer rir.
Machomans, princessas e infalíveis.
Dores de dentes e medo do dentista.
Filas de transportes públicos.
A CARRIS, os STCP, a CGTP, o PCP e demais siglas.
Pássaros estúpidos a esvoaçar.
Condomínios fechados e condomínios ponto final.
Morar longe da praia e da cidade.
O campo e o chilrriar madrugador do puto do passarinho.
O diz que disse e o disse que diz.
Frases feitas e meias frases.
Bons entendedores.
O fim do Limbo.
Conversas ao telefone.
Clientes chatos mas simpáticos.
Computadores fixos.
Gajas sem rabos redondinhos.

Não posso com tanta coisa que me admiro por andar sempre tão bem disposto! Não posso com tanta boa disposição!

Adenda

Não posso com funcionários de secretarias,
Não posso com domingueiros à semana!

Mamalhudas…

Junho 5, 2007

… Gajas boas nuas, gajas nuas, gajas sem dentes, mamas grandes, gajos nus youtube, sex, sexo, porno movies free, bons gajos espanhois, relações sexuais em fotos (anjinho… assim não encontras nada), via verde sem pagar, cicarelli, rodrigo santoro, george clooney, fitas de finalistas, desenhos do porto a comer no sporting (esta gostei), orgasmos altos, telefone de gajas (é pedir à gaja que mais gostares na disco… o pior que recebes é um olhar de desprezo), para que serve o Microsoft Windows XP SE (anda cá que eu faço um desenho), manga, contos eróticos, ressuscitou aleluia, enfermeiras sexys, sex-shop, ann summers, wickedweasel, 6 orgasmos (ahhhh valente), O que Salazar fez para ser conhecido (encontra-se na sala algum professor de história, meterologia do tempo (ehehehe LOL realmente haveria de ser do que mais), coisa linda, como pedir desculpa a um amigo, um alentejano poupadinho, anedotas de alentejanos, gajas boas com mamas pequenas e rabos grandes, brasileiras, scarllet, paris hilton, gajas sem cuecas, viagra, youtube, sexo de borla, gajas nuas no hi5, curiosidades científicas, miss peito ou a capacidade de fazer disparar as visitas do bilhas com um post sem nexo nenhum!

Precisa-se

Junho 4, 2007

Milionário(a) que não saiba o que fazer ao dinheiro e que seja muito generoso com um rapaz cheio de ideias e locais onde pôr o seu (do(a) milionário(a)) a circular!

Garantimos completa satisfação no gasto devido de todos os milhões de eypos que queira, amavelmente, depositar na contá bancária do Bilhas…

Se estiver interessado(o)… basta contactar para o e-mílio do Bilhas que por acaso é bilhas.obomdafita no gmail.com! Ok!?

Obrigadinhos pela generosidade…

The terrific mondays

Maio 28, 2007

Se não fosse o facto de passarem a ser as terças-feiras o pior dia da semana, não resolvendo a questão, mandava eliminar do bendito calendário semanal as segundas! Irra lá para o dia chato! Não que não seja produtivo, ou que eu esteja mal disposto à segunda-feira (raramente estou mal disposto… seja a que dia for), mas o povo todo parece andar com um trombil que assustaria a elefanta mais carinhosa, para além de ninguém ter paciência para nada.

Tenho que arranjar uma proposta qualquer para mudar a disposição dos portugueses à segunda-feira… deixem cá ver… podia ser sessões de strip grátis no trabalho, mas isso pode ser dispendioso para as empresas… também podia ser qualquer coisa relacionada com o bolso dos tugas… do género aumento de 10% para quem andasse com a taxa arreganhada toda a bendita segunda-feira. Pois esta teria sucesso… deixem cá ver onde eu deixei o telefone do BE!

Divórcio na hora I

Maio 17, 2007

Nem sei o que vos diga! Estou de rastos… enfim! Um gajo esmera-se e apresenta uma proposta inovadora e com o objectivo de fazer evoluir os costumes do país e leva com uma valente recusa do PS, PSD e CDS-PP! Assim não pode ser! Ficamos para trás em relação às nações onde o chamado sistema 3x é já uma realidade.

Entristece-me a falta de visão dos nossos deputados, carago! Vou já pensar na próxima proposta!