Archive for the ‘Ai ele é isso?’ Category

Vou ali botar gasóile que a coisa ainda acaba!

Março 15, 2011

Ó Maria, dá aí as chaves da biatura que eu vou ali atestar à bomba! O sacana do Sócras agora está de mau com o pessoal dos camions e a malta é que se esfodica, caralho!

Anúncios

A sina, meus caros… a p%&$%ta da sina!

Janeiro 7, 2011

Não tenho dado a este menino (o meu rico blog) a atenção que ele merece e principalmente a atenção que quem o lê merece, mas como sabem os meu caros, tenho um outro menino em casa, acompanhado da mãe dele e da criança que está em gestação, que precisam também de atenção e são completamente prioritários. Ora se a isto juntarmos um Phd em desenvolvimento (que é a prioridade número 2) e o sacana do trabalho que nunca mais acaba, temos o caldo pronto a ir ao lume para que o Bilhas (blog) fique em águas de bacalhau até que melhores (leia-se com mais tempo) tempos cheguem.

No entanto, a situação do país e duas entrevistas que li recentemente (a do António Barreto ao DN de hoje e a do JP Simões ao Metro), fizeram-me para um pouco para pensar no momento político e económico vivido no país. Portugal sofre há muitos anos de dois (se fossem só estes não estava mal) grandes males: a saudade do que lá vai e a ausência de definição de um projecto coerente e estruturado para o país.

Ora vejamos. Quantas vezes não ouvimos dizer aqui e ali, em conversas de café ou introduções a reunião de trabalho, que no tempo do camandro, da velha senhora, do Afonso Henriques e do D. João I é que era! Já para não falar do tempo em que o Império nunca via o Sol posto em toda a sua extensão. Muitas, certamente! E, já agora, quantos de vocês já ouviram da parte de um qualquer partido político, de um político, de um tipo porreiro uma apresentação clara, independente, centrada nas verdadeiras necessidades do país, corajosa, etc. de um projecto para o país. De algo que comece naquele ponto, e pretenda chegar aquele outro ponto, passando por diversas fases, identificadas e calendarizadas, onde se clarificasse tudo o que iria ser pedido aos portugueses para a concretização desse projecto. Alguém da esquerda? Alguém do centro? Na direita há alguém que queira levantar o braço? Pois, parece-me que não há! Nada, nicles, rien, néribi, nem penses nisso que até dá dor de cabeça!

António Barreto na entrevista ao DN de hoje explica a sua desilusão com o cargo de Presidente da República, dizendo que este sistema “não é carne, nem é peixe”. É um presidente com um cargo esvaziado das suas competências e por isso não me admira nada que as eleições presidenciais tenham o nível de debate que estamos a verificar. E também não me admira que não haja um único candidato onde as pessoas encontrem esperança.

Afinal esperança em quê? Não pode fazer nada. Assina decretos, promulga decretos, e pouco mais! Eu que até sou monárquico devia estar contente com esta situação, afinal assim é mais fácil ser Rainha de Inglaterra, não é? Mas sinceramente é triste ver a república a desgastar-se com as campanhas publicitárias de um candidato ou com os ganhos que um dos candidatos teve na venda de acções de um banco há uns anos atrás, sendo que uma e outra apenas são notícia porque um e outro banco foram completamente arrasados por má gestão e por falta de supervisão do Banco de Portugal. E os candidatos têm também grande responsabilidade nesta matéria. Um e outro explicavam tintin por tintin toda a situação e pronto, assunto encerrado e nada de julgamentos à maneira do Louçã no Parlamento! Era fácil, mas infelizmente nós tendemos a complicar o que é fácil.

A outra entrevista, a JP Simões, li no Metro. Dizia ele algo parecido com “a saudade é um sentimento doente”. Confesso que tirada do contexto a frase parece forte, até porque a saudade é força em muitas ocasiões, mas na entrevista ele explica “Tenho saudades do futuro. Que possivelmente será um lugar bem mais aprazível… Se me perguntar se eu não voltaria para o meu primeiro amor… eu sei lá como ela é agora. Sei lá se funciona. As coisas têm o seu tempo.” E eu não podia concordar mais! Houvesse alguém que quisesse projectar o futuro de forma séria neste país!

Ai a minha vida, pá!

Julho 16, 2010

Quando um gajo compra um brinquedo novo (mesmo que por intermédia pessoa… que neste caso é o meu fabuloso e muy simpático boss) espera que o brinquedo novo chegue depressa às mãos para o saborear! Não está à espera que demore tempo a pedir isto e aquilo e mais uma carrada de merdas legais para poder experimentar o dito.

Já não é esta semana que deito as mãos ao Bilhasmóbil e quem me conhece (e eu conheço-me mais ou menos bem) sabe que estou num misto de ansioso, chateado (porque nunca mais chega o gajo), aborrecido (porque o actual bilhasmóbil já me cansa e eu adoro o sacana) e entusiasmado! Enfim… mais uns dias à espera para poder ir buscar o Bilhas, The Kid à avó e aproveitar os belos finais de tarde de Julho!

Esperamos algo parecido com este, mas com matrícula portuguesa!

sacarfan-2010-opel-astra-16.jpg

PS: caro Rui… tu que me lês na caixa do correio… be prepared para umas voltinhas ok?

à mulher de César não basta parecer…

Janeiro 21, 2010

E por muito que se peçam apitos de cores diferentes do dourado, fica a certeza de que a justiça não funciona neste jardim à beira-mar plantado e de que o mundo da bola é bem mais do que as quatro linhas e as fintas dos artistas. Nada que não se soubesse…

Em todo o caso eu teria vergonha!

Profissão errada…

Dezembro 2, 2009

Bem me dizia o meu pai que eu devia ter ido para outra coisa qualquer. A entrega de bilhas é coisa do passado, rapaz! Dizia-me ele na sua douta sabedoria construída com anos e anos de experiência. E eu até lhe teria feito a vontade se soubesse o que sei hoje. Mas na altura as palavras sábias do pai cheiravam sempre a sermões e eu escolhi um caminho mais complicado e sem grande possibilidades de arrecadar de uma penada somas astronómicas.

Enfim… resta-me o euromilhões… ou pensar em mudar de profissão para bancário. Foi assim que começou o Armando Vara, certo?

Sim senhor… muito fashion, caragos!

Maio 26, 2009

Diz que o nosso primeiro-ministro é um tipo elegante e que se veste bem. Diz também que é até um dos 10 mais elegantes e bem vestidos do mundo (li algures… aqui há algum tempo). Diz que agora descobriram que o senhor primeiro-ministro se veste numa das lojas mais caras de Rodeo Drive (a acreditar nesta notícia do i) que até publicita o nome do rapaz, acompanhado do actual cargo, na sua montra, a par de nomes como Ronald Reagan e Al Pacino, por exemplo.

Digo eu sobre o assunto… mas o que raio temos nós a ver com o sítio onde o moço compra a roupa? Só é notícia se formos nós a pagar. O gajo tem ordenado, correcto? Se o quer gastar em lojas caras, em vez de poupar, é deixar, é fartar vilanagem que a malta não tem nada com o assunto. Agora se o está a fazer suportado pelo erário público aí sim é indicar-lhe o caminho para um bom alfaiate em Lisboa ou o atelier da Fátima Lopes e do Luis Buchinho que devem ficar mais em conta à rapaziada.

Em todo caso, caríssimo Eng. Primeiro-Ministro eu pedia aos senhores da loja para tirarem o Primeiro-Ministro de Portugal a seguir ao seu nome. Se é cliente pessoal da loja, basta-lhe apenas o seu nome. Não é preciso que figure por lá o seu cargo… é assim uma coisa parola… a cair ao novo rico, percebe?

Obrigado e boas compras!

Seus brincalhões

Março 31, 2009

São uns marotos os queridos! Com que então o Pedro Silva é o melhor jogador da taça da Liga? Sim senhor. É justo dar um prémio ao rapaz. Não é todos os dias que se vê um encostão daqueles ao árbitro. Aliás, sei de fonte segura que o João Vieira Pinto (o eterno menino de oiro) vai receber das mãos da FIFA um prémio (a posteriori) de melhor jogador do Mundial da Coreia-Japão, motivado pelo suposto soco que afinfou no árbitro da famigerada partida que nos eliminou.

Roubam a lagartagem e ainda por cima gozam com eles, carago! Roubar ainda vá lá (que estamos a falar da lagartagem), mas gozar não se faz!

Nunca visto!

Janeiro 12, 2009

Pergunto-me uma porrada de vezes se anda toda a gente cega ou se anda toda a gente com aquelas coisas que se vendem para os burros em Penafiel. Com que então sua excelência Jorge Jesus nunca tal viu em 20 anos de carreira? O que é que não viu? Um golo que deveria ter sido anulado ao Benfica? Um golo que nasceu de uma posição ilegal de um jogador do Benfica? E onde estava o Jorge Jesus quando não viu o lance do golo anulado ao Benfica por pretensa mão do Miguel Vitor? Certamente os seus 20 anos de carreira não incluem nenhum outro momento em que a sua equipa tenha sido prejudicada ou beneficiada, não é?

Não quero aqui desculpar o Benfica pela miséria que tem sido, mas confesso que tem sido sempre mais do mesmo. Sempre que somos beneficiados pela arbitragem (que atire a primeira pedra quem nunca foi) é ver um rol de gente a falar sobre a arbitragem e a falta de verdade no nosso futebol. Ao contrário é ver toda a gente a criticar o Benfica e os seus directores por falarem da arbitragem. Realmente confesso que não consigo perceber.

Em todo o caso quero dar os meus parabéns ao Braga (clube da terra de mamãe). Um excelente jogo! Eu acho que o empate era um resultado justo.

PS: só uma palavrinha para a rapaziada do Trofense: Obrigado, caragos!

Faringite vírica – Bilhas, o pai preocupado da fita

Dezembro 5, 2008

Ora quando um gajo é novato nestas coisas de criar um ser humano como deve ser e vê o seu magnífico herdeiro a braços com uma tosse parecida com aquela que tínhamos nos bons velhos tempos de fumar um maço de tabaco numa noite de disconight, tem que ficar preocupado com a coisa, não é? Até porque o Bilhas, the Kid ainda não teve nenhuma dessas noites na disco e também nunca deu uma passita num cigarrito que seja (aos seis meses seria precoce demais e a malta não quer isso, não é?).

Vai daí, após uma pequena visita ao Bombeiro (leia-se Pediatra-mais-fantástico-e-cool-que-a-malta-teve-a-sorte-de-arranjar), ficamos a saber que o que aflige o Bilhas, The Kid é uma faringite vírica, isto é, uma coisa que afecta a faringe e que tem origem num vírus (se o apanho dou-lhe umas porradas que nem sei). Vai daí, again, toca de pesquisar na net a coisa (apenas para alargar a extensa base de dados de conhecimentos que pouco servem) e encontrar este magnífico e indecifrável artigo sobre as belas das faringites.

Cada vez admiro mais a rapaziada da medicina.

Ó Bill… isto assim não vai lá!

Novembro 17, 2008

Raios me partam se algum dia vou perceber esta merda do licenciamento do senhor Microsoft. Daasssss que já perdi tempo demais com esta merda de ter que activar um produto do qual tenho 10 licenças, sendo que 9 estão em uso e uma (a minha) não está, porque os cabrões dos gajos dizem que a merda do ID de instalação é inválido!!!!!!

Inválido? Eu é que vos invalidava a todos se pudesse, cum catano! Mas sem qualquer problema, há que ter paciência porque “vamos passar o seu telefonema a um senhor da assistência técnica e ele resolve”… espera… espera… espera… e senhor da assistência a dizer: “temos pena mas para resolver esse problema só com uma questão colocada na net, nos fóruns de discussão!”

Ahhhhh então espera… eu vou ter que colocar uma questão sobre um produto que comprei a peso de ouro e o qual não posso utilizar, porque tem um ID inválido de instalação? Bonito, pá! Fosga-se! E quando é que me respondem? Hoje, amanhã, nunca?

Finca pé!

Outubro 31, 2008

Por muito que o nosso primeiro diga (que o diz e até o faz no estrangeiro, em cimeiras importantes e tudo) que o raio do Magalhães é um produto único e é até “o primeiro grande computador ibero-americano” e sei lá mais o quê, eu fico na minha e garanto ao Bilhas, The Kid, por escrito e de assinatura reconhecida, que assim que o rapagola entrar para a primária eu compro-lhe um Apple. Pode não ser o primeiro grande computador ibero-americano, mas tem, com toda a certeza, muito mais fiabilidade e pinta. Chamem-me cagão se quiserem, mas esta merda do governo andar a promover empresas privadas no estrangeiro é coisa que me aflige, afinal ele nunca me promoveu as Bilhas, não é?

Seria melhor se realçasse o que é realmente importante nesta história, isto é, o facto de os miúdos na primária poderem ter acesso a um computador… isso sim é inovador, agora a assemblagem de um pc… (sim aquilo não tem nada de novo ou de português, ora vejam).

Valha-nos o navegador que vai andar às voltas na tumba!

Call girl

Agosto 4, 2008

Eu sei, eu sei… estes filmes são tão bons, do ponto de vista fotográfico e de paisagens que deviam ser vistos sempre em grande ecrã. A determinada altura (deveria dizer alturas) aparecem uns montes muito simpáticos, cuja apreciação resulta muito melhor num ecrã de grandes dimensões… num daqueles tipo imax (se possível a três dimensões). Tirando a parte dos montes e das vestimentas sempre muito sexy da Soraia, alguém me diz porque caralho é que se dizem tantas putas de asneiras num filme que, foda-se para o camandro e o filho da puta que estava fodido, só dura aí a merda de uma hora e meia?

Foda-se! Estás fodido, pá! Fodido… ouviste?

PS: fui só eu ou todos vocês acharam o bófia (o Vasco) um bocadinho morcão? 5 milhões de euros no Rio de Janeiro é uma fortuna, pá!

Leão queixinhas!

Agosto 1, 2008

Estive quase para lhe chamar João Moutinho! 😛

A pedido…

Julho 23, 2008

Pode ser assim, Wed?

jude-law

Ou tem mesmo que ser o Santoro?

Quem disse?

Julho 1, 2008

Que a moça estava fraquinha que até metia dó? Ahhh grande Amy, pá! Continua assim que daqui a uns tempos estás a seleccionadora nacional, rapariga!

Isso é que era!