A sina, meus caros… a p%&$%ta da sina!

Não tenho dado a este menino (o meu rico blog) a atenção que ele merece e principalmente a atenção que quem o lê merece, mas como sabem os meu caros, tenho um outro menino em casa, acompanhado da mãe dele e da criança que está em gestação, que precisam também de atenção e são completamente prioritários. Ora se a isto juntarmos um Phd em desenvolvimento (que é a prioridade número 2) e o sacana do trabalho que nunca mais acaba, temos o caldo pronto a ir ao lume para que o Bilhas (blog) fique em águas de bacalhau até que melhores (leia-se com mais tempo) tempos cheguem.

No entanto, a situação do país e duas entrevistas que li recentemente (a do António Barreto ao DN de hoje e a do JP Simões ao Metro), fizeram-me para um pouco para pensar no momento político e económico vivido no país. Portugal sofre há muitos anos de dois (se fossem só estes não estava mal) grandes males: a saudade do que lá vai e a ausência de definição de um projecto coerente e estruturado para o país.

Ora vejamos. Quantas vezes não ouvimos dizer aqui e ali, em conversas de café ou introduções a reunião de trabalho, que no tempo do camandro, da velha senhora, do Afonso Henriques e do D. João I é que era! Já para não falar do tempo em que o Império nunca via o Sol posto em toda a sua extensão. Muitas, certamente! E, já agora, quantos de vocês já ouviram da parte de um qualquer partido político, de um político, de um tipo porreiro uma apresentação clara, independente, centrada nas verdadeiras necessidades do país, corajosa, etc. de um projecto para o país. De algo que comece naquele ponto, e pretenda chegar aquele outro ponto, passando por diversas fases, identificadas e calendarizadas, onde se clarificasse tudo o que iria ser pedido aos portugueses para a concretização desse projecto. Alguém da esquerda? Alguém do centro? Na direita há alguém que queira levantar o braço? Pois, parece-me que não há! Nada, nicles, rien, néribi, nem penses nisso que até dá dor de cabeça!

António Barreto na entrevista ao DN de hoje explica a sua desilusão com o cargo de Presidente da República, dizendo que este sistema “não é carne, nem é peixe”. É um presidente com um cargo esvaziado das suas competências e por isso não me admira nada que as eleições presidenciais tenham o nível de debate que estamos a verificar. E também não me admira que não haja um único candidato onde as pessoas encontrem esperança.

Afinal esperança em quê? Não pode fazer nada. Assina decretos, promulga decretos, e pouco mais! Eu que até sou monárquico devia estar contente com esta situação, afinal assim é mais fácil ser Rainha de Inglaterra, não é? Mas sinceramente é triste ver a república a desgastar-se com as campanhas publicitárias de um candidato ou com os ganhos que um dos candidatos teve na venda de acções de um banco há uns anos atrás, sendo que uma e outra apenas são notícia porque um e outro banco foram completamente arrasados por má gestão e por falta de supervisão do Banco de Portugal. E os candidatos têm também grande responsabilidade nesta matéria. Um e outro explicavam tintin por tintin toda a situação e pronto, assunto encerrado e nada de julgamentos à maneira do Louçã no Parlamento! Era fácil, mas infelizmente nós tendemos a complicar o que é fácil.

A outra entrevista, a JP Simões, li no Metro. Dizia ele algo parecido com “a saudade é um sentimento doente”. Confesso que tirada do contexto a frase parece forte, até porque a saudade é força em muitas ocasiões, mas na entrevista ele explica “Tenho saudades do futuro. Que possivelmente será um lugar bem mais aprazível… Se me perguntar se eu não voltaria para o meu primeiro amor… eu sei lá como ela é agora. Sei lá se funciona. As coisas têm o seu tempo.” E eu não podia concordar mais! Houvesse alguém que quisesse projectar o futuro de forma séria neste país!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: