A consciência

Devo dizer que conheço e reconheço com muita clareza quase todos os males e pecados da Igreja. Conheço-os tão bem quanto conheço as suas virtudes e qualidades. Conheço de muito perto o bem que tem praticado por esse mundo fora e, também por isso, me envergonho com as notícias de abusos cometidos sobre crianças ou jovens. Não se pode aceitar que aqueles que têm a obrigação moral de defender os mais fracos, os indefesos, se aproveitem desse facto para fazer exactamente o contrário. É imperdoável!

No entanto, sabia que Sua Santidade o Papa Bento XVI não estava alheado do que se passa na sua Casa. Sabia que Ele a conhece como poucos e tenho a certeza que cada um dos pecados que a Igreja comete são espinhos na Sua alma. Para nós católicos o Papa é uma escolha de Deus, não de um colégio de Cardeais apenas. É algo que acreditamos ter uma inspiração Divina e por isso não acreditava que fosse possível que Deus tivesse colocado à frente da Sua Igreja alguém sem consciência, alguém que não pudesse ser a Consciência da Igreja.

Estas declarações, e as suas consequências expectáveis, só vieram sossegar o coração de um crente. Cheio de pecados, mas crente!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: