Archive for Março, 2010

No ipod – Ludovico Einaudi – Nightbook

Março 31, 2010

Uma proposta musical para esta quarta-feira cinzenta e chuvosa de Primavera. Um álbum que me chegou aos ouvidos pela sugestão do boss (o gajo é quase tão enciclopédico como o Carlos em termos musicais). Sobre o autor e álbum podem ler informações aqui.

A capa do álbum é esta e abaixo segue o vídeo do youtube a que podem também aceder a partir do site do autor.

Einaudi.jpg

Ao menos isso…

Março 31, 2010

Já podem ficar descansados os andrades. Este ano já têm mais um troféu: a Taça da audiência em entrevistas a presidentes! 🙂

Não me parece que vás lá assim

Março 31, 2010

Eu confesso que não me importo nadinha de ver umas catraias em pelota. Nadinha mesmo! Mas se o objectivo desta campanha era fazer com que vos paguem os salários em atraso, temo dizer-vos que a campanha é um erro tremendo, senão vejamos.

Ora o patrão não vos paga. Vocês, indignadas, resolvem a coisa tirando a roupinha para aparecer num calendário a mostrar o mamaçal e o pipi e esperam chamar a atenção para a vossa causa (este ponto acho que conseguem e bem), mas minhas caras, dessa forma qualquer patrão que esteja no seu bom juízo irá certamente deixar de pagar os ordenados a empregadas para ver se tem direito a calendário com as meninas desnudas. A não ser que estejamos a falar de um empresário têxtil do vale do Ave e mesmo assim, não sei.

Mas pronto… já que vocês querem eu até dou uma ajuda na divulgação!

Até que enfim!

Março 30, 2010

Finalmente temos no Porto a edição da Time Out. É certo que já podíamos ter toda a informação que por lá anda se nos esforçarmos um pouco para a encontrar e se estivermos na disponibilidade de receber incontáveis newsletters na caixa do correio electrónico, mas assim é bem melhor, porque temos também um belo artigo sobre as 101 coisas que podemos fazer no Porto que tem algumas das coisas que eu adoro fazer nesta muy nobre e leal cidade. Uma delas é apitar com força no túnel da Ribeira 🙂

Rapaziada… temos que nos juntar para umas conversas e aproveitar algumas das sugestões!

A recorrência das pesquisas

Março 30, 2010

É sabido de toda a gente que todos os anos este blog é presenteado com um elevado número de visitas à procura do que escrever nas famosas fitas de finalistas. É sabido também que por esta altura e quase todos os anos tenho escrito algo sobre o assunto. Ora este ano tive a melhor das prendas, dada a corrente falta de inspiração, o Quim Monteiro (espero que não se importe meu caro) deixou-me esta pérola nos comentários:

Finalmente acabas o curso
ja chega de tanta treta
Agora vais trabalhar
acabou-se o mama na teta

Tantos anos a estudar
espero que falham a pena
agora é hora de trabalhar
vai ser uma bonita cena

Acabaram-se as bubadeiras
as noites e as discotecas
agora com tanto trabalho
ate vais borrar as cuecas

Contudo nao tenhas medo
que o trabalho nao magoa
ja chega de ser parasita
ja chega de andar numa boa

:)

E mais nada! Espero que fiquem satisfeitos com a quadra e só apareçam cá para o ano 🙂

Triste… como o tempo!

Março 29, 2010

Não tenho tido vontade de escrever aqui. Aqui ou em lado algum. Ao tempo que não escrevo no diário para o meu filho. A escrita não me tem dado o prazer que dava em tempos. Falta-lhe algo. Não há assunto que me mereça realmente atenção. Não há consideração, por mais engraçada que seja, ou festejo (e este ano não me têm faltado festejos gloriosos ao fim de semana, que julgue relevante para partilhar com vocês. Estou numa fase de bloqueio criativo e pronto! Um descanso nas lavagens de cabelo com adubos químicos… Se juntarmos a isto uma desilusão familiar e a morte de uma tia querida (ela própria causadora de uma enorme desilusão) temos o farnel completo para um pic-nic de surdos-mudos. Tudo sem assunto. Tudo bem calado. Um silêncio sepulcral.

No entanto hoje decidi puxar por mim mesmo para um breve elogio a esta tia que nos deixou no fim de semana.

A minha tia Amélia era uma pessoa querida. Não era doce. Era um pouco como a minha avó paterna. Dura de modos, pouco dada a afectos ou a demonstrações de afectos, mas sempre pronta a mimar uma criança. Era, como a minha avó, rígida e raramente nos deixava à vontade para algum abuso de confiança. Essa rigidez foi fruto de uma educação severa por parte dos meus avós que não é tão reflectida no meu pai, por exemplo, porque três filhos e uma mulher menos rígida e mais afectuosa fazem muito bem a um pai que tinha aquelas referências.

Em toda a minha vida nunca foi uma tia ausente. Sempre se preocupou comigo e apoiou-me a conseguir alguns dos meus objectivos. Recordo-me com muita alegria o dia em que lhes fui dizer que tinha acabado o curso. Estava ela, uma outra tia e um tio meu que também já partiu, sentados à mesa da cozinha do forno. Cheguei e contei-lhes o feito e recordo-me perfeitamente do abraço emocionado do meu tio e da lagrimita no olho que as minhas tias tinham. Naquele momento senti um orgulho grande por lhes ter dado aquela pequena alegria.

Teve uma vida simples, mas que imagino cheia na sua medida. Foram 96 anos de alegrias, tristezas, sonhos, ilusões, etc. que julgo terá aproveitado. Parecia-me de bem com a vida, mas essas contas só as fazemos nós próprios, certo?

Irei recordá-la, minha querida tia, com o maior dos carinhos e, especialmente na Páscoa, irei sentir uma falta enorme do seu pão do gavetão!

Um beijo do seu sobrinho!

É dia de festa – 1500

Março 17, 2010

Não meus caros, não faz hoje 510 anos que descobrimos o Brasil, embora se comemorem este ano os 510 anos do descobrimento do Brasil. Também não é número alusivo aos golos do Glorioso no presente campeonato, ainda vamos nos 60 e para os 1500 ainda falta muito. É apenas a comemoração dos 1500 posts da chafarica que estais agora a ler criaturas. Este é precisamente o post n.º 1500 e tal facto merece uma comemoração à maneira.

Nestes 1500 post disse tanta barbaridade e brotaram destes meus dedos tantas ideias estapafúrdias que ainda hoje estou para perceber como é que a DGCI ainda não começou a pensar, no âmbito do PEC, numa taxa qualquer a ser paga através do chip do Cartão do Cidadão, o antigo CU (cartão ùnico) para os mais distraídos. Uma TPP… ou seja Taxa Por Post (ou postagem como se lê na tradução do blogger para estas coisas). Em todo o caso agradeço que ainda não se tenham lembrado disso. Já me chega os impostos que pago todos os meses, as portagens, o IVA das comunicações, etc e o caragos que me permitem carregar esta minha chafarica com inutilidades do quotidiano.

Aos meus caros amigos que por cá passam queria agradecer uma vez mais a paciência e anunciar que mais logo terá lugar uma cerimónia, com fogo de artifício, onde irei condecorar o rei D. Sancho I (nunca lhe vi homenagem nenhuma… é sempre ao Afonso Henrique, ao Dinis, a um dos João ou ao sacana do Manuel) pelos enormes serviços prestados à nação. A cerimónia decorrerá no tabuleiro da Ponte D. Maria Pia e terá o alto patrocínio de todos os que queiram contribuir (quem quiser contribuir eu posso fornecer um NIB cheio de vontade de enriquecer).

Um obrigado, pá daqueles enormes a todos vocês!

Detalhe

Março 17, 2010

DSC_0103.jpg

Um pequeno pormenor da magnífica Alhambra em Granada. Em Abril lá vou eu de novo para o Sul de Espanha!

Diz que…

Março 8, 2010

Há prémios a juntar aos matraquilhos e minis, diz também que há por aí um blog que nos faz coçar a cabeça que é candidato, diz ainda que se ganhar temos direito a minis à descrição e festa brava, diz que uma coisa boa que vossas excelências podiam fazer, já que andam aí a navegar sem sentido, era passar no cão e pulgas e afinfar-lhe com um click na votação para o melhor blog generalista.

Diz que eu já o fiz e não custa um chavelho! Ahhhh e diz que é grátis, de borla! É dar-lhe no rato, caragos!