Archive for Janeiro, 2010

Ora assim é que devia ser…

Janeiro 29, 2010

É um blog que me tem prendido a atenção nos últimos tempos. Cheguei lá através de uma notícia que li algures, se não me engano, mas como tenho uma paixão moderada (mentira… só é moderada porque não tenho dinheiro para comprar os relógios de que gosto) por relógios fiquei fã. Falo-vos do Estação Cronográfica.

Hoje alerta-me para esta opinião de um perito espanhol sobre a diferença horária na península ibérica e faz-me rir, porque há uns tempos falava com um colega de trabalho sobre a porcaria que é termos de ir cedíssimo para a Galiza quando temos alguma reunião por lá e sobre esta idiotice que os espanhóis continuam a seguir que é a hora central europeia. É irritante para quem trabalha muito com os irmãos galegos e penso que seria uma excelente ideia a península ter toda a mesma hora (se Barcelona deixar).

Ainda bem que avisas

Janeiro 22, 2010

Logo hoje que vou reunir com o Boss por causa da negociação do seguro do carro da empresa que tenho o privilégio de conduzir, sai uma notícia destas no jornal.

Uma pergunta me ocorre: eu que até sou um gajo sério e de bem como o Estado é, posso também ficar isento do pagamento de uma fortuna anual obrigatória? E se não posso ficar isento, porque raio é que o Estado pode?

à mulher de César não basta parecer…

Janeiro 21, 2010

E por muito que se peçam apitos de cores diferentes do dourado, fica a certeza de que a justiça não funciona neste jardim à beira-mar plantado e de que o mundo da bola é bem mais do que as quatro linhas e as fintas dos artistas. Nada que não se soubesse…

Em todo o caso eu teria vergonha!

Dar

Janeiro 21, 2010

Não custa nada e nunca se sabe se salvamos uma vida!

Filmes que já vi

Janeiro 20, 2010

São tantos os filmes da minha vida que vou ter, dado o estado lastimoso desta cabeça, de recorrer a uma qualquer base de dados para iPhone que me permita registar os que já vi e classificá-los de acordo com o bilhas rating (tido em conta por muita boa família… vá por uma família… vá por mim apenas).

Se o fizer não fico à toa quando espreito para um computador no alfa onde passa um filme que já vi, quero rever e do qual não se me “alembra” do título.

Alguém conhece semelhante?

Só uma sestinha…

Janeiro 15, 2010

De vez em quando lá aparece algo que eu gostava de ter mais à mão em alguns momentos. Invenções daquelas que parecem óbvias, mas que ainda demoraram o seu tempo a aparecer. Hoje alertou-me o Expresso para as sleepbox e eu fiquei a imaginar um mundo com coisas destas por todo lado. Nos centros comerciais, na rua, à porta do emprego, perto dos locais de trabalho nas deslocações a Lisboa… enfim… um mundo de possibilidades para a soneca após o almoço.

sleep-box.jpg

Duas palavrinhas para ti…

Janeiro 14, 2010

IMPRESSIONANTE

Pai babado

Janeiro 13, 2010

Quem nunca teve a experiência de ouvir o filho a repetir os seus “Ya” ou a dizer loud and clear um forte e sentido papá enquanto aponta para a nossa cara escarrapachada numa fotografia não consegue perceber porque nós, os pais babados, temos esta tendência esquisita para precisar de babetes na presença do nosso filho ou quando falamos sobre ele com alguém. Ficamos com um síndrome de bulldog inglês que é capaz de tirar do sério a pessoa mais à vontade com a baba animal.

Ontem, com a novidade de conseguir cantarolar os parabéns (acerta nas notas da canção todas o sacanolas), conseguiu que eu e a Mrs. Bilhas passássemos grande parte da noite em alegre cantoria imaginando incontáveis aniversários. Uma espécie de ídolos caseiro até que a voz nos doa. O prémio foi um mimo do tamanho do mundo, com a cabeça encostada ao peito do pai… ainda a cantarolar.

Claro que passados uns minutos estava a pensar no que ia fazer para levar um “não mexas aí, sacanolas!”

Um artigo imparcial (ou não)

Janeiro 13, 2010

Toda a gente já sabe que eu sou um maluquinho das tecnologias. Pelo menos toda a gente que me conhece. Por isso fica aqui uma nota para um artigo do Pedro Aniceto (não vou dizer conhecido guru português do universo apple… ou o mais conhecido hombre do universo apple português, porque o homem já deve ter títulos destes de sobra) sobre a mais recente concorrência do iPhone, o Nexus One da Google.

Eu não posso falar do Nexus One, porque nunca tive um nas mãos, mas sinceramente acho difícil que um telemóvel se aproxime do iPhone em termos gerais. Uns têm melhor bateria, melhores materiais, etc e tal… mas nenhum junta hardware e software tão bem como aquele (e sobre este já sei mais ou menos do que falo).

E coisas mais sérias…

Janeiro 12, 2010

O meu Bilhas, The Kid tem mais ou menos a mesma idade do que o Eduardo. O meu Kid teve a sorte de nascer saudável sem um “bicho” a atormentar a sua saúde e a testar a sua capacidade de luta e resistência. Dou graças a Deus todos os dias pela saúde do Bilhas, The Kid e confesso-me um descrente pecador quando não percebo as razões que sujeitam um ser tão pequeno a uma provação enorme. Não consigo sequer imaginar o que se passará na cabeça dos pais do Eduardo a ver o seu sofrimento.

Por tudo isto é importante dar o nosso contributo. Há recolha de sangue permanente no S. João e eu vou tentar ir lá o mais rápido possível.

Boa sorte e força Eduardo.

Lá vamos nós de novo…

Janeiro 12, 2010

Não fosse eu saber que o presidente do F.C. do Porto é uma pessoa muito lúcida e completamente contra o uso de estupefaciantes e ficaria a pensar que tinha passado por este cenário infeliz da minha cada vez mais triste cidade ao dirigir-se para a festa dos Dragões de Espinho.

Mas como eu sei que o senhor é bem lúcido e não se mete nestas coisas, imagino que voltamos ao velho discurso do “contra tudo e contra todos” para ver se consegue disfarçar o mau ano que o FCP está a fazer no campeonato depois de uns anos sem qualquer concorrência de jeito. Eu percebo que fiquem chateados quando o Benfica é beneficiado nas arbitragens (e esclareço desde já que no jogo contra o Nacional estou de acordo que foi beneficiado), mas não compreendo é que consigam esquecer o jogo do dia anterior onde o guarda-redes do Leiria foi expulso injustamente e outros em que o Porto é claramente beneficiado também… Aliás quem terá os maiores motivos para se queixar serão as pequenas equipas e não os três grandes.

Em todo o caso vou ficar à espera do que vai dar o processo aos Gato por serem pagos pelo jornal A Bola, esse terrível pasquim privado que paga a humoristas para nos divertirem, para denegrir a imagem do FCP, caragos!

PS: resta dizer que agora já não é o Norte contra tudo e todos… o Braga fica no Norte e é uma chatice do caraças!

Juro por Deus e tudo que é Santo

Janeiro 11, 2010

que sou Monárquico até às entranhas do meu ser (quer dizer… sou monárquico convicto, mas as entranhas deixem lá que foi uma má imagem da coisa). Para mim é mais aceitável um representante da nação que tem alguma coisa a ver com a Nação na sua globalidade. Alguém que esteja acima de disputas partidárias e que se identifique, sem outros interesses, com o povo, com os seus problemas e o seu futuro. É mais aceitável do que alguém que é eleito com o apoio de um partido ou de uma coligação de partidos com o intuito de conseguir tão somente a velha máxima de Sá Carneiro “uma maioria, um presidente”. Parece-me melhor o sistema inglês (se retirarmos as questões menores do cor-de-rosa) ou o sistema espanhol (mesmo com o cor-de-rosa) que em nada diminuem as garantias de um país democrático e livre (mais até do que Portugal).

Mas cum catano… não consigo perceber este Câmara Pereira! Agora é que se lembraram de discutir um referendo à Monarquia? Esperem pelo verão. Por melhores condições políticas, por mais estabilidade, deixem que os rapazes festejem o centenário da república (a ver como corre) e depois discutam o tema de uma forma construtiva. Não apenas no seio do PPM e das Causas Reais, carago! Discutam o problema de forma aberta e sem pudores. Envolvam as pessoas. Apresentem-lhes os dados concretos. As vantagens e desvantagens… sejam melhores do que os adversários neste campo particular!

Ano novo, vida nova

Janeiro 7, 2010

Diz o povo que assim é. Cada ano traz consigo uma renovação qualquer. Normalmente quer dizer também que é tempo de mudança e de reflexão sobre a vida passada que, supostamente, ficaria esquecida milagrosamente no passar das 12 badaladas.

Eu normalmente não sou muito de ligar ao que o povo diz. Sou um gajo de direita, monárquico e um pouco fascizóide e o que diz o povo pouco ou nada me interessa (a bem dizer se temos a fama, arranco-lhe o proveito). Mentira. O que diz o povo normalmente interessa, porque é certeiro e simples. E vai daí este ano a máxima que titula este post aplica-se na perfeição ao que pretendo para 2010. Mas já lá vamos. Primeiro um pequeno balanço de 2009, como prometido aqui.

2009 foi um ano extraordinário em termos de realização profissional. Consegui cumprir quase todas as metas que propus no início do ano. Tirando o afinco no trabalho do doutoramento, consegui cumprir quase todos os objectivos que tinha. Além disso fiz uma importante apresentação (importante para a minha carreira académica e profissional) numa conferência de top dentro da minha área de expertise (toma!!). Um bom ano portanto, embora possa ser bastante melhor!

Pessoalmente 2009 foi bom e mau. Não tive grandes azares, não morreu ninguém próximo, ninguém ficou doente, mas tenho a consciência de que não fui o melhor dos maridos e o melhor dos pais. Não vos conto as razões, como é óbvio, mas fica aqui um mea culpa para mais tarde recordar e não deixar repetir.

Balanço feito, siga para bingo, ou 2010 e o que pretendo para este ano.

Profissionalmente desejo que seja um ano muito melhor que o anterior. Mais rentabilidade no que faço, menos tempo perdido com questões menores e aumento de produtividade com diminuição do tempo despendido nas tarefas são os objectivos mais importantes. No doutoramento este tem que ser o ano de mais afinco. É importante que cumpra rigorosamente o plano de trabalhos de acordo com o calendário estabelecido por moi méme!

Pessoalmente os objectivos são ser o melhor marido e melhor pai do mundo! Mais nada! Ahhh espera… também me esqueci de um muito importante… estar mais presente para os meus amigalhaços do coração e família. Eles merecem muito mais do que lhes dou!

E pronto… consegui escrever um post sobre o ano que vem sem falar sequer numa aquisição de um gadget qualquer*. Era um objectivo menor para 2010 e já posso dizer que está cumprido.

PS: reparem que é um objectivo difícil… a Apple prepara-se para lançar mais uma daquelas coisas que nos fazem ficar de queixo caído.

PS1: e reparem que nem sequer menciono o desejo do Benfica ser campeão. Dois objectivos num post só, caragos! Está a correr bem!

PS2: É claro que vai ser campeão!!!

PS3: Já tenho uma! A Mrs. Bilhas foi uma mãe natal muito generosa este ano! Coiote… já tenho o PES 2009 (prenda do cunhado) em casa para levares uma coça do Glorioso!