Muro de Berlim

Ainda me recordo de assistir a notícias que davam conta de mais uma morte de um residente na Alemanha Oriental a tentar passar o muro. Recordo-me dos tempos em que existiam duas Alemanhas, uma livre e outra amordaçada. Recordo-me do dia em que o muro veio abaixo e se acabou com uma das situações mais graves da Europa pós-guerra. Recordo-me ainda de viver sobre a ameaça da Guerra Fria e de ler sobre aquilo que poderia ser o nosso futuro negro.

Passados vinte anos penso que foi um enorme passo no caminho para um mundo melhor, mais livre (ainda que não se saiba o que fazer com a liberdade), no entanto ainda injusto, cruel e profundamente desigual em tantas situações e para tantas pessoas. Mas aquele passo melhorou o mundo e alterou-o profundamente.

Só tenho pena é que a construção daquele muro e tudo o que implicou durante anos não tenha ensinado ao Homem que não é a separação, não é a construção de barreiras que faz o mundo melhorar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: