Tenho um alemão dentro de mim…

Não! Não fiquem já a pensar que o Bilhas virou panisgas e está neste momento a levar no pacote de um alemão. Nada disso. Sobre esse assunto volto a reafirmar o que digo há anos. Não experimento dessas modernices, não vá gostar e depois é o cabo dos trabalhos.

O alemão que está dentro de mim é mesmo o Alzheimer. Passo a explicar!

Ontem ao final da tarde recebi um telefonema do meu orientador da tese de doutoramento sobre entrega de bilhas que estou a fazer (estou a fazer é algo que digo para não ficar tão mal visto comigo mesmo) a dizer-me: “Bilhas, rapaz! Estive na reunião da comissão científica e pelos vistos tu não estás inscrito. Sabes o que se passa?” Ao que respondi: “Não estou inscrito? Como assim? Estou pois… ainda no ano passado fui lá tratar disso!” E logo ele: “Rapaz… tens que te inscrever todos os anos! É como na primária. Inscrever e pagar a bela da propina que é um monte de euros dos grandes!” E eu off the record: “Foda-se! Já estou tramado!” e depois: “Ok professor. Amanhã de manhã vou tratar disso à universidade!” “Fala com a Maria José!” Diz-me ele!

E assim foi. Confesso que fiquei preocupado com a coisa e hoje de manhã fui logo para a Universidade tratar da situação. Chego lá. Estaciono o carro. Dirijo-me à secretaria. Verifico que já tinha duas inscrições, uma de 2007/2008 e outra de 2008/2009, e devia duas propinas! Percebi que haveria um engano, dado que em Outubro de 2007 eu estava ainda a concluir o Mestrado e não poderia estar inscrito em doutoramento e toca de corrigir esta coisa com a preciosa ajuda da senhora simpatiquíssima da secretaria! Tenho de me lembrar de lhe dar um presente da próxima vez que lá for! Corrigida esta situação ficou ainda por resolver o problema da inscrição, porque o meu doutoramento vai passar para Bolonha, mas ainda não passou e o actual irá acabar este ano, portanto não me posso inscrever no novo, nem no antigo. Estou em terra de ninguém e pronto! A ver como eles vão resolver este embróglio!

Estava eu no final da conversa com a senhora da secretaria quando começo a receber uma chamada do sogro, depois outra de uma prima da mulher e mais outra do sogro. Acabei de falar com a senhora e liguei para a prima da mulher. Confesso que estava preocupado. O sogro e uma prima a ligar para mim com alguma insistência fez-me pensar que poderia estar a passar-se algo com a Mrs. Bilhas ou com o Bilhas, The Kid. Retorno a chamada para a prima e ouço do outro lado a voz da Mrs. Bilhas:

Mrs. B. – Olá! Onde estás?
Eu – Na Universidade!
Mrs. B. – E o teu carro?
Eu – No parque.
Mrs. B. – E a tua carteira?
Eu – Comigo.
Mrs. B. – E os documntos?
Eu – Comigo também! Mas diz-me lá que raio se passa?
Mrs. B. – Passa-se é que tens um polícia a tomar conta do teu carro, porque deixaste a janela aberta e as portas destancadas e o homem não pode ficar lá durante o turno todo à tua espera. Aliás o meu pai já está a caminho de lá para ficar ao pé do carro porque o polícia tem que ir embora!
Eu – Foda-se! Como é que isso é possível? Eu deixei o carro aberto? Não pode ser! Eu vou já para lá ver o que se passa! Ligo-te depois!

Fim da conversa. Corro para o carro, chego lá e o polícia lá estava ao lado do carro à espera. O carro estava mesmo de janela aberta, portas destancadas à modos que à espera de ser roubado!!!

O polícia foi de uma competência que eu nunca tinha visto. Disse-me que tinha reparado no carro quando passou por ele e viu a janela aberta. Que viu o telemóvel pessoal e tentou contactar alguns números que estavam no telefone e teve a sorte de acertar no número do meu sogro. Ficou ali à espera para não ter que mandar rebocar o carro para que ele não fosse roubado e assim que conseguiu contactar o meu sogro decidiu esperar por ele. Devo dizer-vos que só não lhe agradeci de joelhos porque aquilo estava um lamaçal do catano, mas gostava de deixar aqui expresso o meu mais profundo agradecimento e reconhecimento a este agente da autoridade. Como ele próprio disse não é costume fazerem isto, mas como a primeira missão da PSP é ajudar o cidadão ele fez tudo ao seu alcance para me ajudar e por isso estou-lhe eternamente grato!

3292774098_ffca573a9a.png

A PSP é o máximo! Mai nada!

Enfim, uma manhã de loucos que me faz pensar se não devo mesmo ir a um médico ver o que se passa nesta minha cabeça completamente destrambelhada!

Percebem agora porque é que o alemão está dentro de mim? Pois… Vou ali ver se abrem inscrições para o Magalhães Lemos e volto já!

Anúncios

Uma resposta to “Tenho um alemão dentro de mim…”

  1. asperezas Says:

    ele há dias hunos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: