Era um descanso, mas não obrigado!

Ontem enquanto importava um CD amavelmente cedido pelo Carlos (e que é a banda sonora do documentário sobre o Vinicius de Morais e também a banda sonora deste post) liguei o Mail para verificar se tinha notícias. Chegaram aí uns quatro e-mails para o menino. Três de amigos e um de uma empresa que pretendia ocupar um lugar importante na minha sanidade mental dos próximos tempos e, ao mesmo tempo, depauperar a minha (já depauperada por si) conta bancária com a promessa da escrita da minha tese (como sabem estes gajos que eu ando a fazer dessas coisas) para alívio dos meus, também depauperados, neurónios. Sim, todos os dois!

Eu mandei um e-mail a agradecer, mas não obrigadinhos, pá! Não vá um dia a vida dar voltas e eu assumir um cargo político qualquer e depois tenho de andar preocupado com o telhado de vidro e os alicerces de papel. Em todo o caso e porque há quem o faça, aqui fica a publicidade e alerta. Os senhores enviaram-me isto:

Inbox (658 messages).jpg
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: