Archive for Janeiro, 2009

Não sou rapaz de gostar de desistências

Janeiro 28, 2009

Mas há algumas que compreendo. Afinal a votação online segue renhida entre a Romana e a Lucy e, as usual, há rapaziada com um extremo bom gosto no que diz respeito ao nomes escolhidos para intitular o musicol que escreve.

historia.jpg

Afinal quem é que se lembraria de um singelo “Acordem olhos dourados” ou de um original “Juntos vamos conseguir (Yes we Can)”.

Ai as saudades do Paião, da Desfolhada ou do Sobe, sobe, balão sobe!

Copus naite

Janeiro 28, 2009

Esta vida de pai também tem as suas agruras. Experimentem lá passar algumas noites seguidas a dormir aos pedaços porque o vosso catraio está atacado dos (é nos ou dos?) brônquios e não consegue dormir direito! É tramado. Os que já foram pais sabem bem do que estou a falar.

É certo também que a pessoa que mais se pode queixar é a Mrs. Bilhas. Ela acorda ao mínimo sinal do rapaz. Coisas da maternidade, certamente, porque eu não acordo em metade das vezes. Sou um fracote que fica ali esparramado a dormitar (e a ressonar por vezes) quando o meu herdeiro acorda toda a vizinhança que não usa algodão nos ouvidos. Enfim… não se pode ser perfeito, não é?

No entanto, hoje a pensar neste assunto lembrei-me de uma coisa. Ora pois que a malta acorda e acorda para tratar do catraio, não é? Com o choro do Bilhas, The Kid acorda toda a vizinhança, certo? Ora se está tudo acordado e não há outro remédio (porque o miúdo só se cala quando fica um pouco melhor) que me dizem a abrir uma disconaite lá para os lados da minha merdaleija? Uma daquelas com gajas boas e gajos com pinta (para não dizerem que sou invejoso) e com bom som de preferência. Aproveitavam um mercado em franco crescimento. Por outro lado tinham um grande risco, não é? É que a qualquer dia (tipo: espero que hoje) o catraio consiga dormir bem e deixe a família e respectivos vizinhos (alguns podiam não dormir na mesma, mas por outro qualquer motivo) dormir as well!

E quem o escolhe fazer?

Janeiro 27, 2009

Antes de ir ao ponto deste post, deixem que reconheça a minha imensa ignorância: não sabia que Saramago tinha um blog.

Reconhecida que está a ignorância fico mais traquilo e posso contar-vos como cheguei ao Caderno de Saramago. Estava a dar a habitual vista de olhos pelos jornais na net e deparo-me com esta notícia no JN. A parangona era “Saramago aconselha Hillary Clinton” e chamou-me a atenção pelo inusitado da circunstância. Não estava a ver que Saramago estivesse com predisposição para aconselhar a nova Secretária de Estado norte-americana ou que ela quisesse um conselho vindo de alguém da área política de Saramago. Mas fui ver melhor.

Vi melhor e percebi que afinal o conselho de Saramago é para Clinton e para milhões de mulheres que são submissas ao ponto de adoptarem os nomes do marido por obrigação. Confesso que percebi o conselho e até o subscrevo nas situações em que alguém o é obrigado a fazer. Mas a minha pergunta é: e quem o escolhe fazer? Fica diminuída na sua identidade por algum motivo? Perde a sua personalidade? É o nome que nos define enquanto pessoa?

A Mrs. Bilhas, por sua iniciativa, decidiu adoptar o meu nome e (a bem da nação Bilhas) devo confessar que em nada diminuiu a sua identidade pessoal ou contribuiu para que ficasse submissa. Antes pelo contrário!

PS: sim… quem manda lá em casa (e em todos os outros sítios) é a catraia, claro!

Eu gosto de livros

Janeiro 27, 2009

E como gosto de livros acho os bookworms uma excelente ideia. Uma “social network” que me parece muito útil para promover a leitura (se calhar não terá os resultados que a ideia do post anterior podia ter) e disseminar os conhecimentos de cada um de nós sobre os livros que vamos lendo.

No entanto, queria deixar à rapaziada dos bookworms uma pergunta: como é que eu posso importar a minha colecção de livros para o Delicious Library? É possível?

Uma dica à rapaziada do IPLB

Janeiro 26, 2009

Se por acaso quiserem melhorar os índices de leitura do país, eu aconselharia uma reunião com a moça que foi alvo desta reportagem do Expresso. Afinal a moça até tem bom gosto (lê Henry Miller) e o ambiente em causa pode ser mais agradável para alguns do que uma biblioteca.

As últimas senhores, as últimas…

Janeiro 26, 2009

Estava a dar uma vista de olhos nas últimas de hoje no Público Online e a conclusão mais óbvia que se tira das últimas é que o país está a dar as últimas. E olhem que eu sou mundialmente conhecido pelo meu optimismo!

Um mea culpa…

Janeiro 26, 2009

Mrs. Bilhas… eu juro que queria ficar acordado! Juro que estava (estou) preocupado com a febre do João, mas o sono combinado com o facto de saber que tu tomas conta da ocorrência com elevada qualidade dão cabo de mim.

SORRY!

Última hora!

Janeiro 26, 2009

Sou seguido pela presidência no twitter! 🙂 E claro que tinha de o dizer aqui! 🙂

Prémio Só vejo quando me interessa! :)

Janeiro 26, 2009

Vai direitinho para as mãos do treinador do FC Porto por não ter ido ver as imagens polémicas do jogo com o Braga. As do Benfica tenho a certeza que ele viu…

Levanta-te para ir à missa! Tás a ouvir? Levanta-te… JÁ!

Janeiro 23, 2009

Numa altura em que colocava tudo em causa, a minha fantástica adolescência, as palavras que servem de título a este post deviam ser as mais comuns ao domingo de manhã. Normalmente era o Pai Bilhas que as pronunciava. “Anda rapaz! Há que cumprir as obrigações!” Coisa que me irritava solenemente. As minhas obrigações pareciam-me, à altura, demasiadas. Julgava injusto ter que tirar boas notas, portar-me bem, ser um bom desportista, lavar o carro ao fim de semana e, como se não chegasse, tinha que ir à missa depois de uma noite de copos com os amigos! Muito injunto, devo dizer!

No entanto, lá cumpria eu a minha parte. Levantava-me da cama e, a resmungar ao lado do meu irmão, lá nos dirigíamos à Matriz de Espinho para ouvir o sermão do Padre Manuel. Claro que muitas missas foram assistidas em directo do café onde jogávamos bilhar ou do átrio da igreja em amenas cavaqueiras com outros infortunados amigos (por vezes também dava jeito para trocar umas palavras com alguma catraia mais religiosa que pretendíamos iludir). Tempos difíceis aqueles. Resmas de domingos de manhã na cama perdidos para sempre!

Se fosse hoje (a tecnologia assim o permite) ligava o mac, sentava-me na cama, e conectava-me ao canal do Vaticano. E se o pai não ficasse satisfeito, a resposta que lhe daria era mais ou menos esta:

“Então, mas queres melhor missa do que uma celebrada pelo sucessor de S. Pedro? E em directo de Roma? Assim vou para o céu com toda a certeza!”

Publicidade grátis de borla

Janeiro 22, 2009

Ou muito me engano ou a rapaziada vai começar a utilizar bem mais os transportes públicos depois de dar uma vista de olhos a esta publicidade!

Eu pelo menos sinto-me tentado(vá lá), muito tentado, a ir de Metro!

Também tu, Obama?

Janeiro 22, 2009

Está a tornar-se uma moda estas coisas dos pacotes para salvar isto e aquilo! Agora é o do Obama que vai estimular a economia…

Twitter _ Home.jpg

Já não há moralidade, caragos!

Alaska is watching me!

Janeiro 21, 2009
ClustrMaps - map of visitor locations - zoom map.jpg

Hello there Alaska! It’s cold out there? My regards to Mr. White Bear!

Música para os teus ouvidos – Bilhas, The Kid

Janeiro 21, 2009

Partilho convosco o gosto musical (industriado pelo pai e mãe, claro) do Bilhas, The Kid. Basta colocar o CD a tocar para ver o miúdo sossegado a ouvir. É realmente espantoso como se herda o bom gosto, não é?

🙂

Já tive inverno à séria

Janeiro 21, 2009
DSC01058.jpg

Ontem fui para a neve. Como estamos em ano de dificuldades financeiras e eu não sou rapaz de fazer show-off não fui capaz de marcar as habituais férias em Aspen (enfim… toda a gente tem direito aos seus delírios, não é?) e resolvi dar uma perninha ali para os lados do Sabugal. A caminho ainda estive para parar na A25, tirar os esquis e armar-me ao pingarelho. É que a referida auto-estrada estava mais parecida com uma pista dos alpes do que propriamente com uma estrada.

PS: chego cá e falam-me de uma saraivadazita… esta rapaziada, pá! Realmente!