Preocupações de um pai inexperiente

Certamente muitos de vocês (os que já são pais) vão ler isto e pensar: “Bilhas, raios te partam, pá! É com estas coisas que te preocupas?” E eu respondo de imediato: “É, porquê, há azar? Quantos são?” Cada qual se preocupa com aquilo que quer, pá!

Passado que está este pequeno intróito convém esclarecer que o Bilhas, The Kid é o melhor filho que alguém pode ter. Lindo de morrer, inteligente, tem umas mãos lindas e uns pés fabulosos e, embora sendo muito pequeno, parece que por vezes vai falar connosco e pedir alguma coisa. Que me desculpem todos os amigos que tiveram filhos nos últimos tempos, mas o meu, caraças… o meu é um espectáculo! Não há igual!

Então, posto isto, que raio de preocupações pode um pai ter? Uma alarmante que me ocorre agora mesmo é: será que a influência do avô materno, da avó paterna, da mãe e dos restantes portistas da família poderá contribuir para uma vida inteira de sofrimento? Será que essas más influências lhe vão tirar o prazer de saber o que é ser benfiquista? De sentir a mística do Glorioso? De gozar os campeonatos que o Glorioso vai conquistar daqui para a frente? Se eles conseguem como é que fica o meu papel na educação do meu filho? Um claro falhanço, não é? Nunca mais poderei sair à rua com o mesmo ar altivo e triunfador, nem passear com o ganapo em dia de jogos do FCP. Por outro lado não me preciso de preocupar com influências de algum familiar do PCP… neste capítulo só os bons amigos Carlos e Armando é que causam alguma preocupação, mas a situação é mais favorável. São apenas dois contra uma enorme maioria mais à direita…

Uma outra preocupação que me ocorre agora, embora de menor importância, é a de saber se eu estarei à altura desta tarefa complexa que é ser pai? Embora nesta acho que me vou safando passo a passo. Ainda noutro dia, nas aulas de arrotos a seguir ao belo do leitinho, o gajo mandou um que parecia arroto de homem depois de encanar uma grade de minis! Fiquei todo orgulhoso, mas sei bem que o papel de um bom pai não se limita a isto. Ainda temos pela frente os primeiros apalpanços às colegas de escola, por exemplo! É um mar de trabalhos…

A ver vamos!

Anúncios

2 Respostas to “Preocupações de um pai inexperiente”

  1. Mirian Martin Says:

    Se valer a minha experiência de mãe de dois terríveis, digo que este, o primeiro, vai escolher o que lhe der na telha, e se a escolha puder irritar o pai, melhor. O segundo escolhe o arqui-rival do primeiro. Assim, em dias de jogos em que os dois se batem, todos se batem! Menos eu, que fecho a porta e deixo-os se matarem.

    Ah, sim! Vai amar quando ele regurjitar na sua camisa favorita…

  2. Pedro Aniceto Says:

    Fosga-se! Vou perguntar pela ÚLTIMA vez! O Bilhas Kid já tem ou não um Mini Kit do Glorioso? É preciso ir aí levar um? Vai-se! É preciso pagar-lhe as quotas?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: