Peço desculpa, pá!

Foto: daqui.

Nunca fumei num avião. Pelo menos desde que a proibitiva lei do tabaco se encontra em vigor nunca o fiz. No entanto, tenho tantas outras falhas e incumprimentos de leis e regulamentos que o melhor, desde já, é mesmo pedir desculpa.

Aliás, já disse ao Boss (que apanhou uma multa de excesso de velocidade por ir a 116 km/h numa auto-estrada que tem uma curva onde a velocidade é limitada a 80km/h – bem construída portanto) que pedisse imediatamente desculpa por escrito à Brigada de Trânsito. Certamente eles perdoar-lhe-ão os 120 eypos de multa e agradecerão pelo reconhecimento do erro. Afinal quem é que lhe manda andar nas auto-estradas mal construídas do país?

Assim sendo, meu caro Estado, pessoa de bem que olha pelo bem estar comum do cidadão e trabalha que se desunha para que a malta tenha uma vida calma e relaxada, por todos os meus erros, passados, presentes e futuros (já agora) as minhas mais sinceras desculpas. Se infrigir qualquer lei não é certamente por o querer fazer, ok? E assim evitam-se quaisquer polémicas que os meus erros possam causar.

O seu mais cumpridor cidadão,

Bilhas, O bom da fita.

PS: rapaziada e que tal um street racing mais logo? Ou uma ida a um restaurante sem fumos? Ou um assalto a uma carrinha de calores? Se a bófia apanhar o povo sempre podemos pedir desculpa e assobiar para o lado, não é? Mas só se apanhar…

Anúncios

3 Respostas to “Peço desculpa, pá!”

  1. Carlos Azevedo Says:

    Não sejas assim: é melhor pedir desculpa do que assobiar para o lado. Em todo o caso, também acho que a multa deve ser aplicada, porque a lei é geral e abstracta e o desconhecimento da lei não aproveita. Além disso, se os desgraçados que são multados pela ASAE tantas e tantas vezes pagam (imagina as vezes que eles desconhecem que têm de ter mil e um utensílios, de várias cores, um para cada tipo de alimentos…), o PM deve dar o exemplo.

    Mas o que me custa mesmo é que uma coisa tão duvidosa (para dizer o menos) como uma visita à Venezuela, onde o Chefe de estado é um fulano que compara a Angela Merkel ao Hitler e relativamente ao qual existem fortes indícios de que ajuda financeiramente uma organização terrorista que mantém em cativeiro há vários anos, entre muitos outros reféns, Ingrid Bettencourt, para todos os efeitos uma cidadã da União europeia (ela tem também nacionalidade francesa), passa completamente ao lado, e não recebemos qualquer feedback do que por lá se passou. Chego a pensar se o cigarro não foi uma manobra… Enfim, todos temos direito às nossas teorias da conspiração!

  2. Carlos Azevedo Says:

    O comentário saiu tão longo que acabei por o publicar no meu cantinho!!!
    Abraço.

  3. Bilhas O Bom da Fita Says:

    Eu acho excelente que se peça desculpa quando se erra, Carlos! Mas também me parece que só desculpa não lhe serve de nada para dar o exemplo. 🙂 É multa e pronto!

    Quanto ao regime venezuelano e à forma como o petróleo nos faz esquecer da democracia e direitos fundamentais nem sequer preciso de dizer que estou o mais possível de acordo contigo, pois não?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: