Como se eu fosse muito burrinho, please!

Preciso que alguém me explique. Então o referendo era favorável ao governo? E só não se realiza em Portugal, por causa da “ética da responsabilidade” do Sr. Primeiro Ministro e do governo que lidera?

Sim senhor, mas expliquem-me onde estava a mesma ética na elaboração do programa de governo com que foi eleito e onde dizia que se comprometia a realizar um referendo? É a tal coisa da mulher de César, não é?

PS: o argumento que serve agora como pretexto para não fazer o referendo, devia ser o mesmo usado para dizer que afinal isto não é assim uma evolução tão grande na organização europeia, não é? Afinal é apenas um tratado reformador, não é o papão chamado Constituição Europeia!

Anúncios

2 Respostas to “Como se eu fosse muito burrinho, please!”

  1. Carlos Azevedo Says:

    É uma vergonha. Mais uma.

  2. Bilhas O Bom da Fita Says:

    Nem mais meu caro… falamos dela mais logo a jantar! 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: