Archive for Janeiro, 2008

Makukula no Glorioso

Janeiro 31, 2008

Agora é que ninguém nos pára! Nem o Bruno Alves consegue… quero ver o moço a mandar uma cabeçada como a que mandou ao Nuno Gomes!

Grande Makukula… tenho a certeza que ainda vou festejar muitos golos teus, carago!

PS: parece-me, mas a mim que não percebo nada de bola que este ano os nossos avançados até que estão a dar conta do recado! Afinal temos o melhor ataque, não é? Então não podiam contratar um médio ofensivo, por exemplo!?

Anúncios

Valorizemos, então!

Janeiro 30, 2008

Confesso que depois de ler a edição do Expresso (sim, pasmem, o Bilhas até lê o expresso… se bem que prefere a edição da FHM com a Luciana Abreu… mas isso são contas de outro post) da semana passada, fiquei um pouco confuso! Então não é que o Ministro da Saúde ex-ministro da Saúde, Correia de Campos, afirma com todas as letras “Quero valorizar a sigla SNS”! Ainda pensei que estivesse a pensar numa operação de marketing qualquer, ou que ia fundar um banco com aquela sigla (complicado… mas passou-me pela cabeça) ou, ainda, que estivesse a pensar em fazer uma revista masculina, do género da Playboy com aquela sigla! Mas não… referia-se mesmo ao Serviço Nacional de Saúde… aquele bendito serviço que dizem ser essencial e bandeira da nossa democracia (o meu é mais Médis… melhor agora é outro qualquer que ficou mais barato à empresa). E aí é que fiquei baralhado… então o homem quer valorizar a sigla e anda a acabar com tudo o que dizia respeito ao SNS? Não percebo.

Hoje, ou melhor ontem, fez-se luz! Depois de uma afirmação destas (indiciando que estava para ficar à frente do Ministério montes de tempo) o homem sai! Dizem que a seu pedido, mas eu confesso que me custa a acreditar… No entanto, só assim é que se compreendem as declarações ao expresso. É do género… mando umas papaias e quem vier atrás que trate de fechar a porta!

The Dhaka Project

Janeiro 30, 2008

De vez em quando somos confrontados com tal generosidade que nos faz acreditar que o mundo e a vida são absolutamente fantásticos. Ontem, nas minhas voltas muito nocturnas pela televisão, parei na 2 a ver um documentário sobre uma coisa chamada Dhaka Project. Confesso que me retive neste programa, porque a primeira imagem que vi era de uma mulher a mandar alinhar um monte de miúdos que estavam numa fila para ir buscar uma fatia de melancia. Fiquei curioso e parei.

O Dhaka project é um projecto de ajuda voluntária no Bangladesh (Dhaka é a capital) que em vez de dar o peixe (embora também o dê… e muito!), pretende ensinar a pescar. Os seus objectivos são simples:

Proporcionar treino aos membros adultos das famílias, para que consigam sair da pobreza e se tornem  auto-suficientes. Educar as crianças  para que no futuro venham a ter oportunidades que  antes não tinham.

Dar-lhes ajuda temporária em roupas, alimentos e assistência médica enquanto as famílias estiverem a receber formação.

A mulher de que vos falei atrás é Maria do Céu da Conceição. Uma portuguesa de fibra e sangue quente, como ela própria afirma a determinada altura do documentário, que com a sua determinação dá e continará a dar uma nova esperança e uma vida melhor a muitas crianças carenciadas de um dos países mais pobres do mundo. Para tal só é preciso que cada um de nós dê um pouco de si e dos seus recursos… um pequeno donativo faz uma grande diferença, não é?

Ficam então aqui os endereços do site (www.thedhakaproject.org) e do blog em português (http://thedhakaprojectpt.blogspot.com) para quem pretenda contribuir e obter informações sobre este fantástico projecto.

Um enorme bem haja, Maria do Céu.

PS: se pretenderem ver o documentário basta ir ao blog e seguir o link que lá está!

Mafamude rules…

Janeiro 29, 2008

Ahhhhh grande Ricardo! Fantabulástico este sketch a gozar com a situação escabrosa da chamda do INEM para os bombeiros! E ainda por cima faz uma coisa que eu me farto de dizer e ninguém me liga… Gaia tem umas freguesias com uns nomes que não lembra ao diabo!

Mafamude! LOL 🙂

Cunhadinha… esta é para ti! Obrigado pela companhia ao almoço.

PS: um pequeno agradecimento às Sete Dunas que me fizeram rir a bom rir!

Buuuuuuu! Fiuuuuuuuu!

Janeiro 29, 2008

Vai para a tua terra, fiuuuuuu! Buuuuuuuuu… Nós só queremos a urgência aberta, a urgência aberta, a urgência aberta! Nós só queremos a ambulância a tempo, a ambulância a tempo, a ambulância a tempo!

Buuuuuuuuuu! Fiuuuuuuuuuu!!!

Apenas um pequeno treino, não vá passar o Sócrates aqui perto! Até porque, embora não o assuma, o homem fica todo irritado com os apupos!

É desta!

Janeiro 28, 2008

Raios me partam todinho, em 872364238648 mil pedaços, se não é desta! Que um gajo não pode ter sempre azar na vidinha e vai daí é preciso que de quando em vez haja um prémio surpresa num qualquer concurso.

Concorro a um destes…

OPEL

… e raios me partam se não é desta que vou andar de cabelos ao vento, carago!

Pagar a "tempo e horas" :)

Janeiro 28, 2008

Então não é que os nossos amigos do governo resolveram criar um programa para pagar a tempo e horas as dívidas da administração publica… e até vai haver incentivos e tudo. Aliás, parece-me sempre bem que haja incentivos para aquelas pessoas ou instituições que pagam atrasado, de forma a perceberem a fantástica sensação que é pagar tudo a tempo e horas, principalmente os impostos, como o governo nos obriga a pagar. Caso contrário, multa e juros!

O que me chateia mais nem é o programa em si… é o facto de se apresentar a coisa como uma iniciativa de louvar!

Ó senhores… tininho!

Mais uma volta, mais uma corrida…

Janeiro 24, 2008

Lá vou eu de novo. Agora para a terra das moças e moços marafados, comer um belo de um peixinho em Cacela Velha e aproveito (já agora) para trabalhar um pouco.

Esta vida de marinheiro das auto-estradas da península ibérica está a dar cabo de mim! Boss… é fazer o favor de arranjar clientela em Miami, New York, Londres, Paris, Berlim, Amsterdam, Barcelona, Veneza, Milão, Roma, etc. porque estou maçado com estas deslocações de viatura, ok?

Hellooooooo

Janeiro 23, 2008

Só um cumprimento especial para dois leitores. Um que penso estar na pontinha mais a Sul do Chile (apresente-se que a malta está a precisar de uma viagem pela América do Sul e dava jeito alguém que conheça as redondezas).

image

E um outro especial para a rapaziada que está em África. Principalmente a quem em lê do Gana e do Quénia (até porque a coisa está complicada por esses lados, não é?)

image

Obrigado pela paciência e força aí rapaziada!

iJam

Janeiro 22, 2008

My love… saiu um novo produto da Apple, dás licença que passe no talho para levar para casa?

Terrorismo em Português

Janeiro 22, 2008

bomb

Imagem: daqui.

Um título que junte as palavras terrorismo e português ou Portugal é, quer dizer, devia ser coisa inédita neste país. Só não o é, porque a Espanha fez o favor de nos alertar sobre o perigo que corríamos pelo facto de simplesmente existirmos e sermos parte de uma força com um poder de intervenção mundial que é a União Europeia (para quem não se recorde até tivemos uma presidência que acabou há uns dias, ok?).

No entanto, continua a ser estranho ver aquelas duas palavras juntas. Recordo, com um esgar de sorriso, a minha primeira experiência com uma ameaça de bomba. Não pensem que estava em Madrid, Barcelona, no sul de Espanha, em Paris ou no metro londrino, nada disso. Estava na Póvoa do Varzim. Numa “disconaite” chamada It que ficava perto do Estádio do Varzim (acho que hoje a It é do outro lado, perto do casinho, não é?). A determinada altura entra a polícia. Nada de muito alarmante, apenas um carro patrulha, sem qualquer brigada de minas e armadilhas, ou forças de operações especiais (ou sem qualquer especialidade), apenas um carro com dois agentes. Entram, avisam o dono do It e indicam que é necessário evacuar a “disconaite”, devido a uma ameaça de bomba.

Um terrorista que tinha sido barrado à porta, imaginam vocês e imaginaram todos os que estavam lá na altura, ficou chateado com a coisa e resolveu chatear todo o povo que estava por lá a curtir, Bilhas incluído.

Ora então o que fez o dono do It na altura? Imaginam? Eu conto. Perante uma ameaça de bomba, toca de organizar uma filinha para pagar o cartãozinho de consumo, não vá a casa ir à falência! Mesmo correndo o risco de a bomba ser verdadeira e explodir com a clientela toda.

Lá está é o nosso típico sentimento de “somos-os-maiores-do-mundo-mas-ninguém-nos-liga-aqui-no-cu-de-judas-porque-é-que-os-gajos-nos-haviam-de-fazer-mal” a funcionar! Só aos outros… é uma frase comum que carrega um sentimentozinho de inveja, não acham?

Habemus nomine

Janeiro 21, 2008

Para quem não sabe a família Bilhas está grávida. É verdade. Vem aí um belo de um rapazote, nada tímido, que se está a desenvolver maravilhosamente na barriga da mulher mais fantabulástica do Universo, a Mrs. Bilhas.

O meu pilas chamar-se-à João, como o meu avô materno e como o tio, porque é um nome curto, simples, forte e não é dos primeiros a ser chamado ao quadro na escola (eu padeci anos a fio desse mal).

E pronto… sou um futuro pai muito babado! 🙂

PS: escusado será dizer que, por muito que custe à mãe, a um dos avôs e às avós, vem daí mais um adepto do Glorioso. 6 milhões e 1, caragos!

Alguém me pode ajudar?

Janeiro 21, 2008

Saiu na edição do passado Sábado do Público, a Digital com os seguintes conteúdos:

Na edição em papel #47 do Digital, amanhã com o PÚBLICO:
*Os museus portugueses na Internet
-Ranking das melhores e piores páginas dos museus portugueses…
-…elaborado a partir das opiniões de especialistas em webdesign
-Os destaques: Serralves e Colecção Berardo
-O que os museus portugueses oferecem aos internautas
-Usar o iPod como guia para exposições
*As novidades da Macworld em análise
*Flickr: um enorme arquivo de fotografia na Internet…
*…e como por vezes se abusa dele
*Dadus, um boneco para ensinar às crianças sobre segurança e privacidade na Internet
*A Amazon é a maior loja online – mas também tem muitos outros serviços
*Como comprar um clube de futebol pela Internet

Fonte: http://digital.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1317046

Alguém me pode arranjar um PDF da Digital do passado Sábado? Ou mesmo o Público do passado Sábado? É que não encontro em lado nenhum 😦

Se tiverem basta enviar um mail para bilhas.obomdafita@gmail.com para a malta combinar como tratar disso!

Gostos não se discutem*

Janeiro 21, 2008

Noutro dia a jantar com um grupo de bons amigos deu-nos para escolher dois homens e duas mulheres que achassemos ultra-cheios de bom gosto e personalidade. Figuras marcantes das quais (pelos mais diversos motivos) gostássemos…

Recordo-me da Liz Taylor, do Sean Connery, do Paul Newman, da Scarllet Johansson, da Audrey Hepburn, etc. Enfim só rapaziada de extremo bom gosto e requintados traços.

Hoje a ler o e-mail descubro que a personalidade que o povo mais procura na net em Portugal é, nem mais nem menos, a “espalhafatosa” Ana Malhoa. Confesso que não resisti e contribuí para a estatística. Queria ver o que a moçoila andava a fazer para ser tão bem sucedida na net (na expectativa que agora fosse actriz de filmes XXX) e deparei-me com a bela da foto (entre outras) que segue abaixo:

anamalhoa

Imagem: Daqui.

A primeira coisa que pensei assim que vi esta e outras fotos foi: “Então mas a Ana bate aos pontos a Soraia? Cum catano e pó carago que este povo está com o gosto estragado!”

*Mas a malta pode lamentar, não é?

Bom fim de semana

Janeiro 19, 2008

Pelo menos que comece com boa música, não é?Abraços e beijocas para os e para as respectivamente!