Dar o corpo ao manifesto…

mas por bons motivos. Nada como uma prostituta (que isso de ser mulher de profissão duvidosa, já não engana ninguém) solidária com o seu próximo.

A bem dizer… parece-me boa a iniciativa (não que participasse) e sempre dá uma boa desculpa a algum catraio que ande com fome (Coiote, como vai isso do contador?).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: