Bilhas, o Mestre da dita!

Ahhhh pois é bebé! O menino acabou (a bem dizer ontem) de ser consagrado, depois de 19 anos, uns tantos meses, alguns dias, umas poucas horas e 45 segundos (reparem bem nesta precisão… é coisa de um gajo evoluído, bem sei), MESTRE! (Fosga-se que é uma sensação indescritível… parecida com aquela das borbulhas, mas ao contrário).

Mestre no Carregamento de Bilhas (what else, não é!) com a apresentação da tese intitulada “Como carregar bilhas sem cair das escadas, mesmo usando saltos altos: Contribuições para a saúde e integridade física das húngaras e restantes cidadãos de países de leste que carregam bilhas menos pesadas, para não dizer pluma que é coisa de publicidade e não me pagam para tal“. O júri foi unânime em atribuir uma classificação que a modéstia me impede de dizer que foi qualquer coisa como Muito Bom (Pai Bilhas… se desta vez dizias: “Só!” Tinha fundamento jurídico para te deserdar, ok?). Reparem que ontem, segunda-feira e dia da semana (ok?), era dia de trabalho e não penso que poderá haver motivos, numa futura vida política, de duvidarem da bondade da Universidade que me passará o bendito diploma, certo?

Como é óbvio nestas circunstâncias (agora vão ter que levar com o discurso de agradecimento, mas o blog é meu e portanto eu faço o que muito bem entendo, não é? E para além disso agora sou mestre… e ninguém me atura… mai nada :)) é importante agradecer a algumas pessoas de extrema importância nesta porrada de anos de percurso.

Em primeiro lugar o Pai e a Mãe Bilhas. Nunca teria conseguido sem vocês. Desde os “Só!” quando chegava com boas notas (ok, ok… só acontecia muito de vez em quando), até aos raspanetes pós recepção dos relatórios de faltas no liceu, vocês nunca deixaram de acreditar e de me incentivar a procurar cada vez mais. A minha curiosidade e insatisfação devo-as a vocês, meus fabulosos e queridos pais! Vocês são o Mundo para mim.

Em segundo à Mrs. Bilhas. Aturaste a pessoa mais execrável do mundo (eu… mas apenas quando estou embrenhado nos meus estudos, que no resto sou um gajo do melhor que há) nestes dois últimos anos. Por vezes ainda cheguei a pensar se não te arrependerias de me ter escolhido, mas pronto… eram fraquezas momentâneas. Eu sei que tu sabes que eu sei que não poderia ter sido de outra forma. Obrigado (agora recompenso-te por todos os fins de semana de seca)… amo-te para cima de uma porrada de universos todos alinhadinhos!

A toda a restante família, onde tenho que destacar os meus fabulosos e lindíssimos manos (ambos solteiros… gajas boas aceitam-se candidaturas para o mano e para a mana… juízo ó rapaziada… o Pai Bilhas ainda mantém oleada a caçadeira), os meus sogros (os melhores que poderia ter arranjado… tirando o facto do sogro ser do FCP… enfim…) e cunhados e um batalhão de tios, tias, primos (João, Guida, Dé, Nina e Fernando… muito muito obrigado) e primas que nunca se esquecem deste palerma que vos adora. Obrigado por tudo.

Aos amigos… todos vocês tiravam mais do que muito bom, tiravam excelente em qualquer mestrado que fizessem sobre o tema amizade! A Cláudia, a Maria José, a Tucha, o Gil, o Carlos, a Lousinha (não guardes os instrumentos de tortura que podem dar jeito para trucidar o Coiote… e depois para o doutoramento que agora tomei-lhe o gosto), a Patrícia, a Sandra (de Coimbra), a Tita, o Rui e a bela da minha sobrinha Carolina, o Fernando, a Belinha (cunhadinha mais linda do mundo… se não falasse aqui sobre ti, tinha que aturar logo), a Susana, a Marta, a Ana Rita, o Luís, o Mário, a Natália e o Coiote (muito obrigado por me fazeres acreditar que há estados de demência piores que o meu, meu grande, mas mesmo grande amigo! Obrigado pela descontração que foi café do dia anterior) são o top! Não há amigos como os meus. Obrigado, gajos e gajas! Não me canso de dizer: “bós soindes os maiores, carago!”

Por último, mas nada menos importante, a um grupo de amigos que conseguiu o impossível nestes dois últimos anos. Aturar-me aqui no trabalho e ao mesmo tempo ainda arranjar tempo e paciência para me ajudar de cada vez que lhes pedia a mais pequenina das coisas. Fernando (já é a segunda vez que te menciono neste post, boss… quero um aumento), António, Natália, Sónia, Maria, Margarida, Hugo e Adão este meu pequeno contributo para a ciência da bilhologia é mérito vosso também. Quando chegar o certificado, rasgo-o aos bocadinhos e cada um de vocês fica com uma parte igual! (O selo… que costuma ser de prata, fica para mim, ok!?)

E pronto… mais nada a dizer! Para já, ok!? Não pensem que se livram de mim assim tão facilmente!

Anúncios

11 Respostas to “Bilhas, o Mestre da dita!”

  1. Li Says:

    Olha pah, parabens o mestre… Devias ganhar um globo qq que tens jeito pros agradecimentos!! eheheh
    e mais uma vez.. Parabens!!

  2. Bilhas O Bom da Fita Says:

    🙂 Devia, não devia Li! 🙂 Bem sei… mas os gajos em Hollywood e na SIC andam completamente desatentos do que é realmente importante para a sociedade… enfim… uns patetas, é o que é!

  3. Mana Says:

    MEEEEEEEEEEEESSSSSSTRE! És o maior… eu sabia… alias eu disse… “Tu… um dia hás-de ser GRANDE!”… Parabéns mano!… tens é que ter cuidado… não fica bem ao mestre dizer que o café com o Marquito foi discontraido… lol… Voces os dois são os manos que qualquer um desejava ter… mas eu não deixo… são só meus! Beijinho do tamanho do mundo!

  4. Bilhas O Bom da Fita Says:

    Ó mana mais linda do meu coração… nunca te disseram que herrar é umano!? Olha que um gajo está tramado… um post cheio de alma e tudo a ver os erros de ortografia!

    Beijos enormes e muitoooooooo obrigado!

  5. wednesday Says:

    Então parabéns, acho que devias já ter o grau a dobrar por causa deste discurso!;) daqui por uns tempos vou também acumular um grau novo… 😛 É só graus, pior mesmo são os degraus grandes que temos de andar aí a trepar!

  6. Bilhas O Bom da Fita Says:

    wednesday… muito obrigado! 🙂 E deste uma boa sugestão… vou entregar este discurso na secretaria da universidade a ver se me dão já o que falta! 🙂

  7. Pedro Aniceto Says:

    Parabéns! Não te esqueças de confirmar se o diploma foi assinado a um domingo… Abraço

  8. Pink Lady Says:

    Parabéns por subires mais um (de)grau!

  9. Jorge Says:

    Parabéns atrasados! Depois falamos ao vivo. Um abraço.

  10. Bilhas O Bom da Fita Says:

    Pedro… vou certificar-me disso 🙂 Mas em todo o caso reuni lá um monte de testemunhas! 🙂

    Gracias Pink… é a custo, porque a ciática já se vai instalando!

    Jorge… gracias… temos que tomar café, pá!

  11. Há um ano atrás « Bilhas, o Bom da Fita Says:

    […] passado de um estado de ansiedade insuportável, para um estado de alegria imensa. Poderão ver aqui a razão dessa alegria. Hoje penso se estarei em perfeitas condições mentais… é que já […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: