Archive for Junho, 2007

Desilusão

Junho 29, 2007

Talvez aconteça, para alguns dos que me lêem, que o video que se segue não represente mais nada do que um actor (?) americano com uma carraspana pior que a do Bilhas no S. João, mas para mim é muito mais. É a queda de um mito.

Cresci (e reparem que até nem fiquei com muitos traumas por causa disso… até sou uma pessoa mais ou menos normal) a ver o David Hasselhoff, Michael Knight para os amigos, a conduzir um Pontiac Trans Am que tinha umas luzes frontais, a andar de um lado para o outro, que ainda hoje fazem as maravilhas de muito carro tuga (graças a S. Tunning ou chunning) e lhe conferiam (ao carro) uma espécie de vida própria. Mais tarde, já adolescente, não era possível ficar indiferente às maravilhosas praias (ehehe) do Baywatch e, como muitos que estarão a ler, invejava o Mitch por causa da relação tão próxima com aquelas praias. O Mitch era o último dos heróis das praias californianas (era na Califórnia, não era?). Enfim.

Nota para o futuro: Nunca, mas mesmo nunca, oferecer uma câmara de video aos filhos. Nunca se sabe de que tipo de retaliações se lembram os catraios.

Anúncios

Call me geek… I don´t mind

Junho 29, 2007

Mãããããeeeeeeee… QUERO UM Iphone!

Ele há dias…

Junho 29, 2007

… em que um gajo de manhã não se devia levantar da cama, para ir trabalhar à tarde e se chatear de noite!

Daaaassssssssss!

Juro que não é por mal…

Junho 28, 2007

O problema é que quando me sentei no computador para começar o dia de labuta não estava, aqui ao lado da secretária de quatro pernas, ninguém da família para me lembrar: “Bilhas, a tua prima mais chata faz anos hoje, pá! Coloca lá uma foto da moça e canta-lhe os parabéns.”

Oh pá… já que tem mesmo que ser!

paulaaniversario.jpg

Parabéns Paula!

PS: Tens cá um jeitinho para soprar velas, LOL! 🙂

Realidade e idealismo

Junho 28, 2007

Uma vez mais alertado por um atento amigo cheguei a um brilhante texto da pena de Maria José Nogueira Pinto no qual ela estabelece um paralelo interessante entre a actuação de S. Thomas More e a dos políticos actuais.

Aconselho a leitura deste artigo de opinião (mesmo aos que não se interessem por Política) e para os que quiserem saber mais sobre a dimensão deste notável homem uma leitura atenta à Utopia.

Parabéns Hugo

Junho 28, 2007

Meu caro… estava aqui com um problema. Que raio de prenda é que te havia de dar neste teu aniversário. Pensei em vouchers para desportos radicais, viagens ao Brasil, cruzeiros no mediterâneo ou férias em Ibiza… mas dado que tens de andar sempre apoioado em duas canadianas (antes fossem gajas canadianas… dizem – dizem que eu não sei – que são muito malucas as gajas do Canadá) e não tens tido possibilidade de varrer a casa e limpar o pó, lembrei-me de te mandar a menina aqui em baixo lá para casa… só tens que me dizer o dia em que te dá mais jeito.

Parabéns, pá!

frenchmaid.jpg

Foto: daqui.

Ora nem mais…

Junho 28, 2007

Se a vida te dá limões, faz-lhe uma limonada!

lemons.jpg

Foto: daqui.

Antes que me esqueça…

Junho 27, 2007

e sobre o post que coloquei aqui de manhã, lembrei-me de o converter num desafio no post habitual da outra casa que alargo também aos leitores desta casa.

Alguém tem alguma proposta para um dos horrores de Portugal?

Vou ali dar uma voltita por alguns deles…

The case continues

Junho 27, 2007

Se começa mal…

Junho 27, 2007

Os 7 horrores

Junho 27, 2007

O Público numa iniciativa muito, mas mesmo muito, à frente decidiu colocar aqui uma provocação aos leitores da versão on-line. Escolher os 7 horrores de Portugal é do mais divertido que há (e não é por estar lá o Estádio de Alvalade) e faz com o leque de escolhas seja bastante maior. A todas as opções que podem ver no site, eu apenas acrescentaria a Estrada Nacional 1… de fio a pavio. Deve ser a pior vista que se pode ter deste nosso Portugal.

Belas frases do msn

Junho 26, 2007

Certamente já tiveram contactos adicionados ao messenger que vos conseguem surpreender. Ele é um amigo que arranjou o vosso e-mail e adicionou sem vocês contarem, ele é a(o) gaja(o) que viu o vosso contacto em algum lado na net e adicionou porque anda à procura de coiso e tal, ele é alguém que conhecem através dos blogs, enfim… ele é um monte de possibilidades que enchem a lista de contactos.

Mas o que me leva a escrever este post são as maravilhosas frases que a rapaziada coloca na “personal message”. Coisas como “A esperança é 1 empréstimo k se pede à felicidade” deixam-me de rastos… completamente de rastos. Mais do que as paragens digestivas do S. João.

Haja cu para as benditas frases! (ora aqui está uma bela frase para por no meu!)

Deve ter sido castigo divino

Junho 25, 2007

Realmente deve ter sido castigo divino. Não se aguenta um gajo à bronca S. Joanina e Deus Nosso Senhor manda-nos uma tarde de Segunda-feira para uma conferência com aí uns 7823649288374 padres, beatos e beatas.

Perdão Senhor por todos os meus pecados! 🙂 Não volto a pecar desta forma num S. João.

Hortografia e a arte de benhe escrebere

Junho 25, 2007

É vonito ber que à pezoas que ainda consegem escerever corectamente a nossa vela lingua. E para alem disso tenhem algo importante para disere.

Benditas reformas do ministério da (des)educação.

S. João ≠ Farra da grossa

Junho 25, 2007

É a PDI, meus caros… certamente é a PDI. Não há outra justificação a não ser que é a PDI. Para quem não sabe o que é a PDI aconselho perguntar a algum amigo que já tenha ultrapassado a fasquia dos 30.

Pois então aqui o Bilhas, entusiasmadíssimo e divertidíssimo com a perspectiva de uma noite de S. João memorável (até fiz quadra e tudo), combinou com a rapaziada uma noite de S. João das antigas, na terra natal, com os amigalhaços do costume… Coiote, Brother, Mrs. Bilhas, Ticiana, Barradas, Lando, Miguel, etc, etc, etc… Até aqui tudo bem. Sardinhas em casa dos sogros e depois rota de colisão com o parque de campismo em Espinho. É importante referir que de casa dos sogros para Espinho, foi o menino que levou o carro… estava fresco como uma alface das frescas.

Chegado ao parque, cumprimentados os amigos e bebido o primeiro whisky… tungas… paragem digestiva e retorno à Mansão Bilhas (onde tive que deitar a carga ao mar… pela terceira vez na vida). Realmente o que pode ser isto. A PDI, claro está… este estômago já não aguenta os insultos dos primeiros 30 anos de vida sem reclamar, não é?

Cabrão do caraças que me estragaste o S. João!

PS: queria aqui pedir desculpas públicas a todos os que contavam que iam ter aqui o menino a alegrar a farra até de manhã. Não gosto de vos desiludir assim. A culpa meus caros é da PDI.